Tudo Bahia
Portal de Notícias

Por que está chovendo tanto na Bahia?

As fortes chuvas no estado podem ser explicadas pelo fenômeno que acontece todos os anos chamado de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS).

Nos últimos dias, a Bahia vem sendo castigada por fortes chuvas. Para se ter uma ideia, em Itamaraju, cidade que fica na região sul do estado, choveu 500 mm em apenas quatro dias, mais que o dobro da média para dezembro. Em Salvador, capital do estado, a chuva também já passou da média para este mês.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as fortes chuvas no estado podem ser explicadas pelo fenômeno que acontece todos os anos chamado de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que está intensificado e mais frequente por conta do La Niña, causando chuvas com mais volume e com maior duração.

Esse fenômeno é um dos principais sistemas meteorológicos causadores de chuva no Brasil durante o verão. A ZCAS é formada por uma faixa de nuvens que normalmente começa no sul do Amazônia – de onde retira toda a umidade – e vai até a região Sudeste, abrangendo ainda o Centro-Oeste.

Quando localizada mais ao sul do que o normal, a ZCAS atinge estados do Paraná e Santa Catarina, por exemplo; quando mais ao norte, como agora, afeta a Bahia, o Piauí e o Maranhão.

Situação de emergência

No último domingo (26/12), o governador Rui Costa (PT) incluiu, por meio de um novo decreto estadual, mais 47 municípios em situação de emergência por conta das fortes chuvas, totalizando 72. Até o sábado (25/12), somente 25 cidades faziam parte da lista.

Vale notar que do total de 72 municípios, 58 deles também estão em situação de crise devido às enchentes. Até o momento, as chuvas na Bahia já deixaram ao menos 20 mortos e mais de 430 mil pessoas foram atingidas pelas chuvas intensas em todo o estado.

Confira as cidades que foram incluídas na lista

  • Anagé;
  • Angical;
  • Arataca;
  • Aurelino Leal;
  • Barra do Choça;
  • Belo Campo;
  • Brejolândia;
  • Caatiba;
  • Caetanos;
  • Camacan;
  • Canavieiras;
  • Coaraci;
  • Cotegipe;
  • Dário Meira;
  • Firmino Alves;
  • Floresta Azul;
  • Gandu;
  • Governador Mangabeira;
  • Ibicaraí;
  • Ibipeba;
  • Igrapiúna;
  • Iguaí;
  • Ipiaú;
  • Itabuna;
  • Itaju do Colônia;
  • Itapé;
  • Itapetinga;
  • Itapitanga;
  • Itaquara;
  • Itororó;
  • Jequié;
  • Jussiape;
  • Lafaiete Coutinho;
  • Manoel Vitorino;
  • Marcionílio Souza;
  • Milagres;
  • Pau Brasil;
  • Poções;
  • Santanópolis;
  • Santa Inês;
  • Sapeaçu;
  • Ubaíra;
  • Ubatã;
  • Uruçuca;
  • Valença;
  • Vitória da Conquista;
  • Wanderley.

Confira as cidades que já estavam incluídas na lista:

  • Alcobaça;
  • Belmonte;
  • Caravelas;
  • Eunápolis;
  • Encruzilhada;
  • Guaratinga;
  • Ibicuí;
  • Ibirapuã;
  • Ilhéus;
  • Itabela;
  • Itagimirim;
  • Itamaraju;
  • Itanhém;
  • Itapebi;
  • Jucuruçu;
  • Lajedão;
  • Macarani;
  • Medeiros Neto;
  • Mucuri;
  • Nova Viçosa;
  • Porto Seguro;
  • Prado;
  • Santa Cruz Cabrália;
  • Teixeira de Freitas;
  • Vereda.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais