Tudo Bahia
Portal de Notícias

STJ foi hackeado e teve que adiar julgamentos e outras demandas

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) informou que foi alvo de um ataque hacker no dia 3 de novembro (última terça-feira). Segundo informações da Agência Brasil, a presidência do tribunal teve que acionar a Polícia Federal para investigação do caso. O STJ foi hackeado durante a tarde e isso fez com que diversos julgamentos fossem interrompidos.

Os julgamentos aconteciam simultaneamente por meio de videoconferências nas seis turmas do Supremo Tribunal de Justiça. Todos os sistemas de informática, inclusive o portal oficial do órgão, estavam fora do ar até a manhã de quarta-feira (4/11). Por conta disso, o STJ suspendeu todos os prazos processuais até a próxima segunda-feira, dia 14.

Por meio de nota o STJ informou que: “As demandas que importem em perecimento de direito (demandas urgentes, como liminares em habeas corpus) estarão centralizadas na presidência do STJ por igual prazo. As petições podem ser encaminhadas ao e-mail [email protected]

STJ foi hackeado e pediu que servidores não entrem no sistema

O Supremo Tribunal de Justiça aconselhou, após o ataque de hackers, que seus ministros e servidores não utilizem nenhum computador ligado aos seus sistemas informatizados. Pelo menos até que a segurança das conexões seja refeita. Os colaboradores do tribunal estão todos em regime de teletrabalho por conta do distanciamento social necessário em meio à pandemia de COVID-19.

Por conta da situação vários adiamentos foram feitos, por exemplo, a análise de recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá. Seus advogados pedem no recurso que o regime de cumprimento da pena seja em regime mais brando e que a multa seja reduzida.

Um pedido do Google contra o cantor Ney Matogrosso também foi adiado, o artista havia solicitado – e ganhado – a retirada de links que o ligam ao deputado Kim Kataguiri (DEM) e ao impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff. Ainda não há previsão para que os julgamentos sejam retomados pela Corte.

“Todas as sessões de julgamento, virtuais e/ou por videoconferência, estão suspensas ou canceladas até restabelecida a segurança do tráfego de dados nos nossos sistemas”, informou o STJ.

Tribunal da Cidadania

O STJ é conhecido por Tribunal da Cidadania já que se originou a partir da Constituição Cidadã. O órgão é um dos principais do Poder Judiciário do Brasil e tem como missão uniformizar as interpretações da legislação federal brasileira. Cabe a ele julgar em última instância matérias que fujam à Justiça do Trabalho, Eleitoral e Militar.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais