Tudo Bahia
Portal de Notícias

Serasa oferece descontos de até 90% em renegociação de dívidas; entenda

Os interessados deverão acessar o site do Serasa, ir em “Consultar minhas ofertas” e informar seu CPF para login. Saiba mais.

Para quem está com dívidas a serem quitadas e não teve a oportunidade de aproveitar o Feirão Serasa Limpa Nome, ainda é possível realizar sua renegociação de dívida. O Serasa tem parceria com diversas empresas e proporciona ao cliente excelentes descontos para voltar a ter o nome limpo.

As ofertas que podem gerar até 90% de descontos são de acordo com o perfil do interessado, sendo assim, tornam-se perfilados à necessidade e condições do cliente. Milhares de pessoas já conseguiram realizar a negociação de suas dívidas através das promoções do Serasa.

Como proceder para renegociação de dívidas

Os interessados deverão acessar o site do Serasa, ir em “Consultar minhas ofertas” e informar seu CPF para login. Em seguida, informe a senha, caso já tenha cadastrado no respectivo site. Dentro da página, aparecerão as propostas de negociações e, igualmente, aparecerá o nível de seu score.

Além da possibilidade de desconto, renegociação de dívidas, ainda existe a possibilidade de aumentar seu score a cada dívida quitada. As negociações de dívidas podem ser feitas tanto na própria plataforma como também por telefone.

Para quem prefere fazer as negociações por telefone, basta entrar em contato no 0800 591 1222, de segunda a domingo nos horários de 08h às 22h.

Inadimplência no Brasil

A Serasa divulga sempre um mapa da inadimplência no Brasil, a última atualização foi no mês de maio deste ano de 2021. De acordo com o mapa, o número de pessoas inadimplentes chegava a 62,5 milhões de consumidores. Esse quantitativo representa um total em dívidas de R$ 249,6 bilhões.

O valor médio por dívida é de R$ 1.162,43 e por pessoa chega a casa dos R$ 3.937,98. Esses números são elevadíssimos e demonstra que o índice de desemprego, inflação e a crise sanitária imposta pela pandemia fizeram com que o brasileiro ficasse cada vez mais endividado.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais