Tudo Bahia
Portal de Notícias

Panela de pressão elétrica realmente é mais segura? Descubra aqui

A panela de pressão elétrica possui um sistema de segurança que trava o cozimento quando o sensor percebe a alta pressão que pode provocar a explosão.

As panelas de pressão elétricas se popularizam cada vez mais e muitas pessoas acreditam que elas são até mais seguras que as convencionais. Mas, antes de tirarmos essa dúvida baseado em dados técnicos de fabricantes, vamos entender como elas funcionam.

O modo de cozimento é da mesma forma que as demais. Devido a essas panelas de pressão elétricas terem uma tampa hermética, isso impede a saída do vapor, provocando uma pressão interna que cozinha os alimentos mais rapidamente.

Portanto, a maior diferença está na forma de provocar o aquecimento da panela, pois enquanto uma é por meio do fogo a outra é pela força da energia elétrica. A do fogão aquece a água para alcançar os graus necessário e a elétrica possui uma resistência que aquece dentro da panela.

Como a panela de pressão elétrica é mais moderna e equipada com algumas tecnologias, é muito fácil presumir que ela seja mais segura. Isso não está errado e vamos explicar o motivo. É muito comum ouvirmos casos de panelas de pressão tradicionais que explodiram. Isso ocorre por vários motivos, mas um dos mais comuns é o entupimento da válvula de segurança.

Quando a panela fica com aquecimento interno muito grande, ou seja, muita pressão, essa válvula é expelida e provoca a saída do excesso de vapor. A panela de pressão elétrica possui, na maioria delas, um sistema de segurança que trava o cozimento quando o sensor percebe a alta pressão que pode provocar a explosão. Assim, automaticamente a panela é desligada e a tampa travada para não explodir.

Também pode ocorrer de a capacidade interna de uma panela convencional ter sido ultrapassada, tendo muita água. Na panela de pressão elétrica, existe um marcador de capacidade que não pode ser ultrapassada. Isso dificulta a panela aquecer ao ponto de explodir. Outro fator de segurança que diferencia as duas panelas é que alguém pode simplesmente esquecer de desligar sua panela.

A panela elétrica vem equipada com sistema em que você pode programar o tempo de cozimento. Ao chegar naquele limite estipulado, ela desliga automaticamente sozinha. Vale ressaltar que essas panelas elétricas permitem um cozimento até de alimentos que não demoram muito tempo na panela comum, mas que não são de pressão.

O arroz, por exemplo, pode ser cozido em poucos minutos devido à capacidade de gerenciamento do tempo. Outro fator na maioria das panelas elétricas é que elas podem oferecer determinado ajuste para aquecimento. Desse modo, é possível ajustar a temperatura até determinados graus. Isso é importante para evitar que o alimento queime ou a panela exploda, como ocorre na convencional.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais