Tudo Bahia
Portal de Notícias

Retorno às aulas: Governo de SP pode contratar até 10 mil professores

O retorno às aulas no estado de São Paulo (SP) deve acontecer em fevereiro. Professores podem se candidatar em plataforma online.

O Governo do Estado de São Paulo divulgou, na última terça-feira, 05 de janeiro de 2021, edital para a convocação de profissionais para as vagas da categoria em meio à pandemia da COVID-19. Os docentes contratados vão atuar no retorno às aulas no estado de São Paulo (SP).

O edital prevê a contratação de profissionais para atuação a partir do dia 01 de fevereiro de 2021 no estado, após a suspensão das aulas, em março de 2020, para conter a propagação do coronavírus.

O objetivo é que os profissionais ministrem aulas presencialmente durante todo o ano letivo de forma segura, segundo a secretaria estadual de educação.

“Em uma rede tão grande quanto a nossa, contratar professores é essencial para garantir que tenhamos condições adequadas para o retorno seguro das aulas em todo estado”, afirmou o secretário de educação Rossieli Soares.

Retorno às aulas SP: contratação de profissionais

Os profissionais contratados vão atuar de forma presencial, sem possibilidade de trabalho por meio do ensino remoto. Para se candidatar, é necessário ter licenciatura, bacharelado ou cursos tecnológicos nas áreas de atuação.

Não há um número estipulado de quantos servidores temporários serão contratados. No entanto, há uma estimativa de 7 a 10 mil contratações.

De acordo com o edital, não podem se candidatar pessoas que compõem os grupos de risco da COVID-19. Sendo assim, os professores com 60 anos ou mais, gestantes ou portadores de doenças respiratórias crônicas, cardiopatias, diabetes, hipertensão ou “outras afecções que deprimam o sistema imunológico” estão excluídos da seleção.

Inscrições abertas!

As inscrições devem ser feitas no site Banco de Talentos, uma plataforma criada pela Seduc para gerenciar os processos seletivos, até às 23h59 do dia 20 de janeiro. 

Durante a inscrição, os candidatos devem indicar as disciplinas que pretendem ministrar e a Diretoria de Ensino que deseja fazer parte.

O processo seletivo é classificatório, por pontuação obtida conforme títulos e experiência e os selecionados serão divulgados pelo Banco de Talentos e na SED.

Ciclo contínuo (2020 e 2021)

Os anos letivos de 2020 e 2021 serão considerados como um único ciclo contínuo. Por isso, a avaliação da aprendizagem será feita ao longo de oito bimestres (quatro de 2020 e quatro de 2021).

Os alunos que entregaram as atividades propostas podem ter sido aprovados, mas terão o aprendizado avaliado ao final de 2021 novamente.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais