Tudo Bahia
Portal de Notícias

Flamengo investe na prevenção da COVID-19

O Flamengo encomendou uma câmara de desinfecção, capaz de eliminar vírus e bactérias com segurança.

O Clube de Regatas do Flamengo, com objetivo de resguardar atletas e comissão técnica, encomendou uma câmara de desinfecção que permite a eliminação de vírus e bactérias com 99% de segurança. Acredita-se que a máquina deva chegar para o Flamengo no final de maio e será usada no Ninho do Urubu.

Segundo informações divulgadas pelo jornalista Venê Casagrande, a instalação do equipamento é necessária para que os treinos, suspensos por tempo indeterminado no Brasil por causa da pandemia do novo coronavírus, possam ser retomados com maior segurança.

Como funciona a câmara de desinfecção

A câmara de desinfecção é um aparelho semelhante às portas de controle vistas em aeroportos. Uma pessoa entra na câmara e deve fazer uma pausa de 7 a 10 segundos dentro dela. Neste intervalo de tempo, uma luz azul e vapores próprios para desinfecção são emitidos sobre a pessoa. Quando a descontaminação estiver completa, um aviso é emitido, liberando a passagem.

Além dos atletas, a intenção é de que todos os profissionais que atuem no Centro de Treinamento do Flamengo passem pelo equipamento de descontaminação. A previsão é de que o aparelho seja instalado nos estádios do Maracanã, São Januário e Nilton Santos, os únicos que poderão ser palco dos jogos do campeonato carioca, pois passariam por vistorias preliminares para sanitização e higienização completa para as partidas. Apesar da medida de segurança, a presença de torcedores ainda seria vetada.

Câmaras de limpeza como esta que o Flamengo pretende instalar em seu CT já são utilizadas em hospitais no Rio de Janeiro com objetivo de filtrar quem sai de um ambiente considerado infectado para o ambiente limpo.

Campeonatos suspensos

Os campeonatos que estavam em andamento pelo Brasil tiveram que ser suspensos. Essa foi a recomendação das autoridades de saúde para conter o avanço da COVID-19. Os campeonatos nacionais suspensos foram a Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20.

A Copa do Nordeste também teve de ser paralisada, bem como alguns campeonatos estaduais: Paulista, Carioca, Mineiro, Gaúcho, Paranaense, Pernambucano, Rondoniense e Amazonense.

A Copa América, prevista para ser realizada em junho na Argentina, foi adiada. A expectativa é de que seja realizada nas mesmas datas, mas em 2021.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais