Tudo Bahia
Portal de Notícias

Jogo entre Internacional e Boca Juniors foi adiado pela Conmebol

A Conmebol adiou o jogo entre Internacional e Boca Juniors que aconteceria hoje, quarta-feira (25), por conta da morte do ídolo do futebol, Maradona. A Confederação Sul-Americana de Futebol fez isso a pedido do time argentino, pois o jogador foi um dos grandes craques da equipe, além de ser um torcedor declarado. A entidade oficializou a mudança através de nota oficial.

Jogo entre Internacional e Boca Juniors vai acontecer no dia 2

O confronto, que acontece pelas oitavas de final da Libertadores da América, foi adiado para a próxima quarta-feira, 2 de dezembro, às 21h30 no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O jogo de volta vai ocorrer no dia 9 de dezembro, às 21h30, na Bombonera, em Buenos Aires.

Além do adiamento do jogo entre Internacional e Boca Juniors, as partidas das quartas de final entre os classificados deste confronto e do jogo entre Flamengo e Racing também serão adiados. A Conmebol ainda não divulgou as novas datas das partidas.

O Internacional comunicou em suas redes sociais o adiamento do jogo: “ATENÇÃO: em sinal de luto pela morte de Maradona, o jogo desta noite, contra o Boca Juniors, foi ADIADO. A partida de ida será realizada na próxima quarta-feira, dia 2, no Beira-Rio. A volta ficou para o dia 9, na Bombonera”, postou o perfil oficial do time no Twitter.

Morte de Maradona

Morreu nesta quarta-feira, 25 de novembro, o ex-jogador de futebol Diego Armando Maradona. Muito idolatrado em todo mundo, mas principalmente em seu país de origem – a Argentina -, Maradona tinha 60 anos de idade e sofreu uma parada cardiorrespiratória. O futebolista estava internado em uma clínica na cidade de Tigre, na Argentina.

Nascido em Lanús, no dia 30 de outubro de 1960, Diego Maradona era meia-atacante e, mesmo sendo considerado de baixa estatura, era muito veloz. Ficou conhecido como “Díos”, Deus em português.

Alguns dias após seu aniversário de 60 anos, Diego foi internado para exames de rotina e acabou preocupando familiares, amigos e fãs ao ter que passar por uma cirurgia de emergência para retirada de um coágulo no cérebro.

Na ocasião seu médico pessoal, Leopoldo Luque, disse à ESPN da Argentina que: “Não o vi como gostaria de vê-lo. Mas vocês têm que ter calma, esta não é uma situação de emergência. O Diego está bem, mas pode estar melhor”.

Ele também revelou que o ex-jogador estava com um quadro depressivo por conta do isolamento social causado pela pandemia de COVID-19. Além disso, Maradona apresentava um quadro de anemia e desidratação. O coágulo constatado por exames de rotina provavelmente foi decorrente de alguma pequena lesão.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais