Tudo Bahia
Portal de Notícias

Dinamarca matará milhões de animais para conter coronavírus

A Dinamarca terá que abater 17 milhões de visons após humanos terem sido infectados por uma nova mutação da COVID-19, identificada nestes animais. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Mette Frederiksen nesta quarta-feira, 04 de novembro de 2020.

As autoridades de saúde do país identificaram cepas do vírus, com menos sensibilidade em anticorpos, podendo reduzir a eficácia de futuras vacinas. As cepas foram identificadas em humanos e visons.

Com isso, existe o temor de uma nova pandemia. O primeiro-ministro Mette Frederiksen afirmou que a responsabilidade do país agora é para com o mundo todo. “Temos uma grande responsabilidade sobre a nossa população, mas com a identificação da nova mutação, temos uma responsabilidade ainda maior para com o resto do mundo”.

Dinamarca matará milhões de animais para evitar nova epidemia

A novidade foi descoberta com base em testes de laboratório realizados pelo State Serum Institute, órgão dinamarquês de controle de doenças infecciosas. “Fomos informados pela Dinamarca que pessoas foram infectadas por visons, com algumas mudanças genéticas no vírus”, disse a OMS em um comunicado enviado à Agência Reuters.

Sendo assim, o diretor do programa de emergências da OMS, Mike Ryan, solicitou uma investigação em larga escala sobre a questão. As cepas do novo vírus foram encontradas em cinco visons e em 12 humanos. As autoridades estimam que existem de 15 milhões a 17 milhões destes animais no país.

As fazendas de criação deste animais vêm registrando surtos do novo coronavírus. A Dinamarca é o maior produtor mundial de pele de visons. Segundo o primeiro-ministro, policiais, militares e guardas nacionais irão auxiliar no processo de abate para agilizar a operação.

Para os estudiosos, seria desastroso uma nova onda da pandemia, sendo essa ação a única recomendável no momento. “O pior cenário possível é uma nova pandemia, começando a partir da Dinamarca”, disse Kare Molbak, diretor do State Serum Institute.

Mas não é só a Dinamarca que matará milhões de animais, os visons também foram abatidos nos países da Holanda e Espanha após a descoberta de novas infecções.

Vacinas contra COVID-19

Algumas vacinas estão em andamento pelo mundo, confira algumas delas a seguir:

  • A estadunidense Pfizer em parceria com a alemã BioNTech parecem estar bem na corrida das vacinas contra COVID-19.
  • Cerca de 168 países estão juntos na iniciativa global Covax que pretende distribuir 2 bilhões de vacinas até o fim do ano que vem.
  • Criada pelo laboratório chinês Sinovac, no Brasil a Coronavac terá sua distribuição e fabricação feita pelo Instituto Butantan, parceiro do projeto que está em fase de testes no Brasil.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais