Tudo Bahia
Portal de Notícias

O que pode acontecer com a Terra após morte do Sol? Pesquisa sugere resposta

As pesquisas que existiam, até então, mostravam que os planetas gigantes e gasosos precisavam estar mais distantes para que pudessem sobreviver.

Uma pesquisa mostrou que é possível saber o que vai acontecer com a Terra se o Sol ‘morrer’. A estimativa é de que o Sol deixe de existir daqui a cinco milhões de anos. Essa constatação ocorreu depois da descoberta de um planeta distante que é bem parecido com Júpiter. Ele está orbitando uma estrela morta.

De acordo com informações de portal de notícias CNN, a descoberta foi feita a uma distância de 6.500 anos-luz, bem perto do centro de nossa galáxia, a Via Láctea. Essa tipo de emparelhamento não era esperado já que o “exoplaneta gigante, gasoso, que tem uma massa bem semelhante à de júpiter”, está orbitando uma anã branca (sendo o que restou depois de ser estrela).

Quando os pesquisadores estavam observando os sistemas, eles conseguiram determinar que tanto o planeta quanto a estrela se formaram na mesma época. O planeta conseguiu sobreviver à morte da estrela, mesmo estando a cerca de 2,8 UA (uma unidade astronômica equivale a distância entre a Terra e o Sol) da estrela. Ou seja, cerca de 148 milhões de quilômetros.

As pesquisas que existiam, até então, mostravam que os planetas gigantes e gasosos precisavam estar mais distantes para que pudessem sobreviver quando acontecesse de uma estrela semelhante ao Sol morrer. Essas descobertas dos pesquisadores foram publicadas na revista Nature.

Um dos principais autores do estudo e pesquisador de pós-doutorado em astronomia da Universidade da Tasmânia, Joshua Blackman, disse que as evidências mostraram que é possível o planeta sobreviver à morte da sua estrela.

“Dado que este sistema é análogo ao nosso próprio sistema solar, isso sugere que Júpiter e Saturno podem sobreviver à fase gigante vermelha do Sol, quando ele fica sem combustível nuclear e se autodestrói”, explicou Joshua ao portal de notícias da CNN.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais