Tudo Bahia
Portal de Notícias

Sem erro: saiba como escolher tomates no mercado

Na hora de escolher a fruta é preciso levar em consideração o que você pretende fazer com ela, se um molho, salada ou até mesmo um sanduíche.

O tomate é um dos alimentos que, com certeza, boa parte dos brasileiros já provou algum dia. Existem, pelo menos seis tipos de tomate, tendo cada um deles características específicas que são mais apropriadas para determinados pratos na cozinha, além de trazerem benefício únicos para o nosso organismo. A escolha da fruta (sim, o tomate é uma fruta) no mercado ou na feira é importantíssima.

Por serem mais frágeis, o tomate tem que ser escolhido com muita atenção, pois qualquer alteração de cor, mancha ou batida mais forte na hora da reposição pode significar que ele não esteja apto para o consumo.

A fruta é uma riquíssima fonte em vitamina A, B e C, potássio, cálcio, fibra e magnésio, além de não ser calórica. Ela ainda auxilia no desenvolvimento dos dentes, músculos e ossos e ajuda na proteção do nosso sistema imunológico, além de combater o envelhecimento precoce.

Antes de conferir dicas de como escolher tomates no mercado, conheça alguns tipos da fruta mais comuns. Vale notar que os tomates são divididos em grupos e cada produtor dá um nome ao fruto por ele produzido. Por esse motivo é que um mesmo tipo de tomate pode ter nomes diferentes de acordo com a região do Brasil. Confira.

Grupos de tomates

Grupo Santa Clara (conhecido também como Débora ou Buriti)

É produzido em várias regiões do país. É caracterizado por ser mais arredondado e bem vermelho, sendo ideal para molhos e saladas.

Grupo Caqui (conhecido também como Gaúcho ou Cedro)

O tomate desse grupo tem um tamanho maior, maior consistência e é mais ácido, por isso é ideal para saladas e sanduíches.

Grupo Salada (conhecido também como Longa Vida, Carmem, Jacarandá ou Baron)

Esse grupo de tomate apresenta uma maior durabilidade, podendo ficar até 20 dias na prateleira. Ele é ideal para saladas.

Grupo Italiano (conhecido também como Angico e Pizza Doro)

Os tomates desse grupo são mais alongados, de cor vermelho intenso e são mais adocicados. São ideais para molhos.

Mini tomate (conhecido também como Cereja, Uva, Tigre, Wanda, Dolceto, Sorveto ou Sweet Grape)

Os tomates desse grupo são caracterizados por serem bem pequenos e por possuírem uma maior concentração de açúcar do que os outros tipos. São ideais para aperitivos e saladas.

Confira como escolher tomates no mercado

Uma das partes mais importantes para saber se o tomate está bom para o consumo é a sua pele. Ao escolhê-los no mercado, dê preferência aos de pele firme e lisa, evitando os que estiverem moles ou apresentarem manchas escuras na superfície. Essa dica vale tanto para os tomates vermelhos como para os amarelos e verdes.

Outra coisa a ser levada em consideração é o que você irá fazer com os tomates. Se para molhos e sopas, por exemplo, escolha tomates bem maduros e vermelhos. Já para preparar uma salada, é preciso que a fruta esteja em sua melhor forma, com cor uniforme, firme, com a pele lisa e brilhante.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais