Tudo Bahia
Portal de Notícias

Aprenda a cuidar da planta jiboia com estas 5 dicas valiosas

Em períodos mais quentes, é aconselhável que você faça a rega pelo menos três vezes por semana.

Existem várias espécies desta planta que conhecemos como jiboia, uma das mais populares no país. Realmente, ela é muito bonita e dá certo requinte na decoração. Todavia, precisa de cuidados para continuar sempre com bom aspecto. Trata-se de uma trepadeira com folhas brilhantes, que se dá muito bem com lugares úmidos e nem sempre exige muita luminosidade.

Não podemos esquecer que a jiboia, embora seja muito bonita e decorativa, também possui alto nível de toxinas. Devido à ela ser uma planta tóxica, é necessário redobrar os cuidados com as crianças e seus animais de estimação, evitando que de alguma forma eles possam ingerir.

O ideal é deixá-la em lugares mais altos onde crianças e animais não possam alcançá-la. Entendendo isso, vamos ver quais as cinco dicas que temos para você cuidar corretamente de sua planta jiboia.

Evite baixas temperaturas

Essa planta não exige muitos cuidados diariamente, se adapta bem com pouca luz, mas ela é totalmente avessa a baixas temperaturas. Por isso, é importante mantê-la em locais que não sejam muito frios, mantendo sempre um equilíbrio.

Nos períodos de primavera e verão, é aconselhado realizar duas regas por semana.

Cuidados com o substrato

Essa planta exige um processo de adubação a cada três meses. Deve-se usar fertilizantes orgânicos. O húmus de minhoca é o mais indicado, sendo bem misturado a uma terra que contenha muitos nutrientes.

Uma boa dica é fabricar adubo orgânico a partir de alguns restos de alimentos que temos em casa, como casca de banana, casca de ovo, entre outros. Não é recomendado trocar de vaso por um período de pelo menos dois anos.

Cuidados com a poda

A gente sabe que a jiboia é uma espécie de planta que se desenvolve com uma rapidez enorme, sendo uma trepadeira logo se espalha pela casa. Por isso, é necessário a realização de podas, mas fique atento para realizar da maneira correta e evitar maiores danos em sua planta.

O indicado é fazer a poda retirando folhas amareladas e murchas com os excessos que se espalham, preferencialmente durante a primavera.

Cuidado com pragas e doenças

Esta planta é muito resistente, mas não está livre de pragas, inclusive a mais comum é cochonilha. Para evitar, é importante cuidar da adubação, a falta de nutrientes na planta é o grande causador.

Além disso, uma planta sem nutrientes pode provocar o enfraquecimento e consequentemente a morte da planta.

Cuidado com rega

Já adiantamos anteriormente que a rega dessa planta não precisa ser diária, mas deve ser observado o período de seca. Em períodos mais quentes, é aconselhável que você faça a rega pelo menos três vezes por semana.

Já quando o tempo estiver mais frio diminua o ritmo da rega, podendo ser uma vez a cada 5 dias.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais