Tudo Bahia
Portal de Notícias

Tomar café da manhã realmente é importante? Confira os benefícios

Você já deve ter ouvido algumas vezes a respeito da importância da primeira refeição do dia. Entenda mais sobre o assunto a seguir.

Se você já viu algum nutricionista ou nutrólogo falando a respeito da importância do café da manhã para o corpo humano, talvez já tenha se perguntado se, de fato, a primeira refeição do dia faz tanta diferença assim, especialmente depois que vários tipos de dietas, como a do jejum intermitente, ficaram na moda.

A verdade é que essa refeição ajuda o corpo a “entrar nos trilhos” depois de uma longa noite de sono, inclusive auxiliando no equilíbrio de alguns hormônios, como o cortisol, que é conhecido como “hormônio do estresse” e sofre picos de produção ao longo da noite e pela manhã.

Pode não parecer, mas seu corpo gasta bastante energia durante o sono, afinal é preciso que todos os sistemas fisiológicos, como a circulação do sangue, a respiração e o trabalho do intestino, sejam mantidos normalmente. Pular o café da manhã é errado, portanto, também porque seu corpo precisa repor as energias que gastou enquanto você estava dormindo.

Outro fator que nos mostra a importância da primeira refeição do dia é o fato de que o intervalo entre a sua última refeição e o café da manhã é bastante longo — durante o dia, enquanto estamos ativos e acordados, nem cogitamos a ideia de ficar mais de oito horas sem comer nada, certo? Pois é justamente isso que acontece durante o sono: passamos horas sem ingerir nenhum alimento.

Benefícios do café da manhã

Além do que explicamos acima, tomar um café da manhã saudável tem diversos benefícios para a sua saúde. Entre eles, destacamos:

  • Melhora do funcionamento do intestino;
  • Hidratação do corpo;
  • Regulação bioquímica;
  • Menor chance de ter hipoglicemia;
  • Disposição para começar o dia;
  • Melhora no humor;
  • Ajuda no controle da fome ao longo do dia.

Se você sentir necessidade de seguir um planejamento alimentar mais direcionado, marque uma consulta com um profissional da área de nutrição.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais