Tudo Bahia
Portal de Notícias

13 alimentos que você não deve comer antes de dormir

Para garantir uma boa noite de sono, o ideal é evitar o consumo de pães, chocolate, café e outros alimentos. Confira mais detalhes.

Por dificultarem o descanso, retardarem a digestão e até mesmo gerarem ganho de peso durante o sono, alguns alimentos não podem ser consumidos antes de dormir. Há quem diga, inclusive, que certos alimentos podem causar pesadelos, promovendo desassossego durante a noite.

Por esse motivo, é que especialistas em saúde, dieta e nutrição aconselham consumir alimentos leves, pelo menos três horas antes de se deitar. A seguir, você confere a lista que preparamos com 13 alimentos que não se deve comer antes de dormir. Confira.

1. Manteiga

Em virtude do seu alto teor de gorduras saturadas, não é recomendado consumir manteiga antes de dormir.

2. Barras de chocolate

As barras de chocolate são ricas em açúcares refinados, o que pode causar alteração na qualidade do sono. Alguns dos seus compostos estimulam a atividade do sistema nervoso e colocam o cérebro em estado de alerta, impedindo o sono.

3. Sorvete

O sorvete é um alimento que tem alta concentração de gordura, açúcar e compostos que alteram o metabolismo e a atividade do sistema nervoso. Ao consumi-lo, a digestão fica mais lenta e incômodos como dor e inflamação podem aparecer, afetando o descanso durante o sono.

4. Molhos apimentados

Os molhos apimentados são responsáveis por alterar a produção de sucos ácidos no estômago. Por isso, a sua ingestão antes de ir dormir pode causar episódios de refluxo ácido e azia. Além disso, eles contêm muitas calorias, favorecendo o sobrepeso.

5. Carnes embutidas

Apesar de parecem frescas e apetitosas, as carnes embutidas estão cheias de gordura e substâncias químicas que podem ser prejudiciais ao organismo. O ideal é limitar o consumo desse alimento, já que ele pode causar sobrepeso.

Quando consumido durante a noite, pode ser ainda pior, pois as carnes embutidas são pesadas para o metabolismo e para a digestão.

6. Queijos

Os queijos possuem em sua composição um aminoácido conhecido como tiramina, responsável por reduzir a produção de hormônios que regulam o sono. Além disso, os queijos são alimentos pesados, ricos em gorduras, que podem causar desequilíbrios inflamatórios e doenças estomacais.

7. Pão

O pão é um alimento que possui em sua composição farinhas e açúcares refinados, responsáveis por impactar de forma negativa a saúde metabólica e aumentar o risco de sobrepeso, além de causar problemas de glicose no sangue.

8. Chocolate

O chocolate é composto por substâncias estimulantes que impedem uma boa noite de sono, por isso a sua ingestão antes de dormir não é recomendável.

9. Carnes vermelhas

As carnes vermelhas contêm proteínas e gorduras saturadas que dificultam o trabalho do sistema digestivo durante o sono. Então, mesmo que seus nutrientes sejam benéficos quando consumidos de forma moderada, o melhor é evitá-las durante a noite para não sofrer interrupções no sono.

10. Café

O café e outras bebidas que contêm cafeína em sua composição devem ser evitados antes de dormir. Embora proporcionem sensação de bem-estar quando ingeridos em pequenas doses, eles colocam o cérebro em estado de alerta, ou seja, mantêm o organismo desperto durante horas.

11. Bebidas alcoólicas

Apesar de darem a impressão de que causam sono, as bebidas alcoólicas, quando consumidas em excesso, acabam piorando de forma significativa a qualidade do sono, principalmente o REM, momento em que ocorrem os sonhos e a consolidação das memórias.

12. Pratos pesados e excesso de líquidos

Pratos pesados como lasanha e feijoada dificultam a digestão durante o sono. Já o consumo de muito líquido antes de dormir, pode fazer com que levantemos várias vezes para ir ao banheiro.

13. Pizzas

A massa da pizza contém carboidrato e é rica em gordura, assim como a maioria dos seus recheios, por isso comer pizza à noite pode causar dificuldades no momento da digestão.

Recado importante: ressaltamos que este texto é meramente informativo. Caso queira se aprofundar no assunto e verificar qual é o tipo de alimentação mais indicado para você, procure um especialista.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais