Tudo Bahia
Portal de Notícias

Confira os Melhores Filmes de Romance que estão disponíveis na Netflix

O gênero romântico é uma boa pedida para maratonar com a pessoa amada ou em família. Acompanhe boas opções de filmes disponíveis na Netflix.

Talvez, um dos gêneros do cinema que mais nos emociona é o romance, pois desperta sensações com uma temática que envolve a praticamente todas as pessoas. A plataforma de streaming da Netflix possui vários títulos em seu catálogo que despertam essas emoções.

O tema romance é, sem dúvida, o maior gênero em todos os segmentos, seja na literatura eternizada pelo amor platônico de Romeu e Julieta, na música de um poeta ávido por exprimir seus sentimentos ou na delicadeza de uma arte pintada à séculos. A maioria dos filmes de romance não possuem a mega produção e efeitos especiais que os longas policiais, ação ou terror oferecem.

Criteriosamente, analisamos algumas dicas de filmes românticos para você se inspirar e maratonar ao lado de alguém especial.

Filmes românticos na Netflix

1. Ele é Demais

Começamos com esse filme por alguns motivos especiais: possui uma história envolvente em seu roteiro e agrada tanto o público teen quanto o mais maduro. Com direção de Mark Waters, o filme faz uma releitura do clássico lançado em 1999 “Ela é Demais” e tem no elenco principal os talentosos atores Addison Rae, Tanner Buchanan e Rachael Leigh Cook.

O filme começa com a digital influencer Padgett Sawyer, vivida por Addison Rae, que sofre uma humilhação pública ao tentar fazer uma live com o namorado e flagrá-lo ao vivo com outra mulher no ato da traição. A cena é um misto de humor e drama que nos projeta a várias sensações.

A partir daquele momento, a digital influencer acaba fazendo uma aposta para transformar um aluno antissocial, estranho e desajeitado, chamado Cameron, interpretado por Tanner Buchanan, em um indivíduo popular nas redes.

O que ela vai descobrir é que ele é bem mais do demonstra e que, pode sim, tornar-se uma figura famosa nas redes. O desajeitado rapaz reúne inteligência, humildade e uma beleza escondida. O casal se apaixona, mas ele descobre que foi fruto de uma aposta. Será que o amor resistirá? Só assistindo para vermos. Uma coisa é certa: o filme empolga e emociona bastante.

2. Diários de Intercâmbio

Diários de Intercâmbio explora muito o sonho americano, aquele romântico desejo de ir para Nova York. Mas como seria um enredo que juntasse o sonho americano com uma paixão, um amor arrebatador? É isso que o roteiro de Sylvio Gonçalves e Bruno Garotti tenta experimentar na produção nacional protagonizada por Larissa Manoela, Thati Lopes e Bruno Montaleone.

O filme, que tem a direção de Bruno Montaleone, vai envolver a história de Bárbara (Larissa Manoela), que encontra no intercâmbio a única saída para realizar o sonho de ir para os EUA. Nesse desejo explosivo, ela convencerá a amiga Taila, vivido por Thati Lopes, a embarcar nessa aventura.

O problema é que existe uma frase que o simples redator ouviu e se encaixa bem na história das duas: “o mapa não é o território”. Sendo assim, ao invés de chegarem à cidade dos sonhos Nova York, elas vão para uma pequena cidade há duas horas da metrópole chamada Woodstock.

Enquanto Bárbara vai ser babá, a amiga Taila vai para a casa de um casal conservador. Cada uma enfrenta uma barra para sobreviver na cidade dos sonhos. É nesse contexto que a vida de Bárbara e Taila se cruzam com aventuras de um amor americano. Bárbara encontrará seu amor em um brasileiro que mora nos EUA, chamado Lucas (Bruno Montaleone), mas um americano que ela conheceu no Brasil vai colocar esse amor à prova.

Brad (David Sherod) vai rondar a sonhadora Bárbara com proposta de um amor, com a possibilidade da cidadania americana. Será que seu amor por Lucas falará mais alto? Só conferindo para sabermos como termina essa história.

3. Cinquenta Tons de Cinza

Embora o filme lançado em 2015 tenha explodido e feito muito sucesso, tanto quanto o livro de E.L James, não se pode dizer que ele se tornou um clichê para ser indicado em uma galeria de filmes no gênero romântico. Na verdade, o filme que está no catálogo da Netflix, não tem nada de clichê. Desde o roteiro a direção competente de Sam Taylor-Johnson, com cenas criteriosamente ensaiadas e com uma fotografia espetacular.

É impossível classificar algum chavão no filme que abriu as portas para outros filmes que se inspiraram nele. Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura, recatada, romântica e ainda virgem que cruza seu caminho com o do bilionário Christian Grey (Jamie Dornan).

Ele é um homem poderoso e possui um poder de negociação, persuasão, charme e espírito de liderança que é imprimida em sua vida sexual. A jovem se compromete a entrar no jogo de satisfação do bilionário. Todavia, ela desenvolve uma paixão por aquele homem.

4. Stardust – O Mistério da Estrela

O ato de amar alguém é uma eterna aventura e fantasia que nos projeta a um universo de sonhos. Em Stardust – O Mistério da Estrela, o diretor Matthew Vaughn, que também assina o roteiro, une esse espírito romântico com muita aventura e fantasia. Tristan (Charlie Cox) é um jovem sonhador e apaixonado por Victoria (Sienna Miller), que não corresponde muito aos seus sentimentos.

Para tentar aquecer o coração de sua amada e fazê-la se apaixonar, o aventureiro terá que resgatar uma estrela cadente. Ele terá que sair dos domínios da cidade e ir para uma terra cheia de surpresas para buscar a estrela. Todavia, Tristan terá que enfrentar uma bruxa, os filhos de um rei e o espírito de outros filhos do rei já mortos.

O que acontecerá é que a estrela cadente se tornará uma linda mulher chamada Yvaine. Para que o jovem sobreviva a tudo isso, ele terá que ganhar o amor da estrela, interpretada por Claire Danes.

5. Um Lugar Chamado Notting Hill

O filme classificado por muitos como um clichê é, na verdade, uma das maiores produções no tema romance, que arrebata nossos corações independente de quantas vezes tenhamos assistido. O diretor Roger Michell foi fantástico nas cenas e revelou toda sutileza das peças pregadas em um romance, que tem como maior opositor a incompatibilidade social, econômica e status do casal.

Além de cenas maravilhosas e emocionantes, o filme se destaca pelo belíssimo roteiro assinado por Richard Curtis e a trilha musical que é um primor à parte. A escolha de “She” (Ela em tradução livre), do cantor britânico Elvis Costello, tem tudo a ver com o roteiro.

O filme narra a história da famosa atriz de Hollywood Anna Scott (Julia Roberts), que não consegue ser feliz no amor, não obstante a fama e toda riqueza que a cerca. Seu último relacionamento com um ator foi marcado por infidelidade e nada de amor, algo mais de status.

Tudo muda quando a atriz, tentando fugir de paparazzi, entra numa livraria independente de Will (Hugh Grant) em Notting Hill em Londres, onde ela gravava um filme. Os dois se conhecem e, após algumas palavras, acontece o que muitos chamam de química. Ambos iniciam um relacionamento cheio de altas e baixas.

6. A Última Carta de Amor

Após indicarmos alguns clássicos acima, agora teremos que lidar com algo novo e surpreendente. O lançamento da Netflix, com a direção de Augustine Frizzell, é “A Última Carta de Amor”. O filme é muito bem roteirizado e vai projetar o espectador em momentos emocionantes e de lágrimas. A jornalista Ellie Haworth (Felicity Jones) vai descobrir várias cartas de amor que envolviam um relacionamento proibido entre a esposa de um homem rico e um jornalista na década de 60.

Jennifer Stirling (Shailene Woodley) acordará de um coma sem se lembrar de nada e descobrirá suas cartas de amor enviadas a Anthony O’Hare (Callum Turner), que seria sua paixão. Caberá à competente jornalista nos mostrar como terminou essa história e é justamente dessa investigação jornalística que chegará o momento de “A Última Carta de Amor”.

O filme é marcado por flashbacks e algumas cenas dramáticas que nos arrebataram a querer estar dentro da trama para ajudar o casal apaixonado. A força de um grande amor sobreviverá após o passar das décadas? O que aconteceu com aquele casal?

7.  Amor²

O título é interessante por exprimir um amor dobrado, mais forte e intenso. Porém, não pense que é marcado só por cenas melodramáticas. O filme tem uma pitada de comédia. O diretor, no entanto, não conseguiu fugir de alguns diálogos clichês e muito menos de cenas que lembram outros filmes do gênero.

Contudo, esse lançamento da Netflix é envolvente e narra a história de Enzo (Mateusz Banasiuk), que é um modelo famoso, milionário, que ostenta carrões. Seu mundo começa a ruir quando sua namorada o exclui de vez.

Na contramão do glamour de Enzo, a também modelo Monika (Adrianna Chlebicka) não se deixa envolver pelo fascínio da fama e prefere sua vida de professora. Mas precisa do dinheiro como modelo para ajudar o pai que está endividado. Uma história de amor irá unir esses dois mundos diferentes, mas que pode ser a descoberta de ambos.

8. Beleza Avassaladora

Outro lançamento da Netflix é o filme Beleza Avassaladora, que faz um misto de suspense, conto policial e romance. É evidente que o amor, nesse caso, não será um elemento que se conta na ótica de um “happy ending”, mas será discutido como um instinto que leva pessoas à beira da loucura.

Rani Kashyap (Taapsee Pannu) está em um interrogatório e precisa explicar porque matou o marido. Desilusão, ameaças, traição e uma paixão quente e estarrecedora são todos os ingredientes que nos projetam a ver como o doce amor, igualmente, pode ser perigoso. O casamento de Rani Kashyap e Rishu apresentará muitas surpresas e sua infidelidade não notada pela família é algo surpreendente para quem esperava o óbvio.

Esses são alguns filmes na plataforma da Netflix que estão disponíveis para quem busca histórias de amor. O gênero romântico é uma boa pedida para maratonar com a pessoa amada ou em família. É evidente que avaliar a classificação de cada filme ajudará a fazer a escolha para cada situação.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais