Tudo Bahia
Portal de Notícias

Governo conclui obras do semianel rodoviário de Itabuna

Governo da Bahia anunciou de conclusão melhorias no sistema rodoviário que corta Itabuna.

Nesta quarta-feira (25/11), o governo da Bahia, por meio da a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), informou que conclui as obras do semianel rodoviário de Itabuna. No caso, houve uma requalificação dos 7,2 km.

De acordo com dados fornecidos pela Seinfra, foram gastos R$ 7 milhões para a realização das melhorias. As verbas saíram dos cofres do Governo do Estado. O objetivo da obra é contribuir para a qualidade do trânsito do centro do município.

O semianel rodoviário de Itabuna é uma forma de desafogar a região, se tornando uma alternativa para motoristas da cidade e da região. Além disso, ele facilita o transporte de cargas e mercadorias, já que dependendo do destino, não será mais necessário entrar na parte urbana.

Moradores dos bairros de Itabuna como Califórnia, Nova Califórnia, Fátima, Jardim América e Pedro Fontes I e II serão um dos que mais poderão usufruir das melhorias.

É importante ressaltar que o sem-anel rodoviário possui uma função muito relevante ao interligar a BR 101 e a BR 415.

Semianel contribui para o turismo da região

Por causa da sua localização, o semianel rodoviário de Itabuna contribui para o turismo da região. Quem tem como destino cidades como Ilhéus, Itacaré, Canavieiras, Itajuipe, Ubaitaba, Vitória da Conquista, Ipiaú e Coaraci poderão usufruir das obras.

Vale lembrar que durante as férias, algumas cidades do litoral sul da Bahia estão entre as mais procuradas do Nordeste. Foi nessa linha que o secretário de Infraestrutura do estado, Marcus Cavalcanti, seguiu ao anunciar outras melhorias.

“Essa é uma região em crescimento e, além da ponte do Pontal, que entregamos em julho, e os acessos às praias de Itacaré, estamos realizando a duplicação da BA-001, do Hotel Opaba ao entroncamento da BR-251, e, em breve teremos o Porto Sul concluído. Essas obras que vão ampliar o corredor logístico do estado”, comentou.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais