Tudo Bahia
Portal de Notícias

Em Salvador, CadÚnico passa a ter dois novos postos de atendimento

Várias filas têm sido registradas na capital do estado para garantir registro e, por isso, CadÚnico terá mais dois postos de atendimento.

A capital da Bahia, Salvador, disponibilizou nesta segunda-feira, 08 de novembro de 2021, dois novos postos de atendimento do Cadastro Único (CadÚnico), nos bairros Cajazeiras e Coutos.

As novas unidades irão atender 300 pessoas sem agendamento. No bairro de Coutos, a unidade funcionará no espaço Subúrbio 360. Já no bairro de Cajazeiras, o atendimento será na Casa do Trabalhador.

CadÚnico em Salvador

O atendimento de registro ao Cadastro Único tem sido realizado na sede da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer, que está localizada no bairro do Comércio. Nesse local, não é preciso fazer agendamento prévio.

É possível buscar esse tipo de atendimento também nas prefeituras-bairro e  postos do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) espalhados pelo município. Nesses locais, será preciso realizar o agendamento prévio pelo telefone (71) 3202-2347.

Em Salvador, ainda é possível realizar inscrição por meio do CadÚnico Itinerante, que percorre os bairros periféricos de capital do estado.

Documentos para fazer inscrição no CadÚnico

É importante contextualizar que a procura pelo registro no CadÚnico cresceu nessas primeiras semanas de novembro em razão do Auxílio Brasil. O Cadastro Único é a porta de entrada para garantir esse acesso.

É por meio desse cadastro que o governo distribui os benefícios sociais, conforme necessidade das famílias inscritas. Vale lembrar que o acesso ao benefício será automático para aqueles que faziam parte do Bolsa Família.

Para solicitar o registro, o responsável pela família deverá comparecer a um posto de atendimento com os documentos pessoais (CPF, RG, título de eleitor, etc.), bem como a documentação pessoal de todos os familiares.

Para garantir o registro, é preciso comprovar renda per capita de até meio salário mínimo, atualmente em R$ 522,50, e renda mensal da família igual ou superior a R$ 3.135,00.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais