Tudo Bahia
Portal de Notícias

Regina Duarte não é mais Secretária da Cultura

Regina Duarte assumirá Cinemateca Brasileira em São Paulo. O ator Mario Frias é cotado para o seu lugar.

A atriz Regina Duarte não é mais a Secretária da Cultura do Governo Federal. Sua saída foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (20/05). Agora, de acordo com o presidente, Regina irá comandar a Cinemateca Brasileira, localizada na cidade de São Paulo. O anúncio da nova função de Regina foi feito por meio das redes sociais do presidente.

Em um post no Twitter, Bolsonaro escreveu: “Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”.

É válido lembrar que Regina Duarte assumiu a Secretaria da Cultura no dia 4 de março de 2020. Seu objetivo era aproximar a classe artística do governo federal, algo que não ocorreu. A saída da atriz era desejo de grande parte dos aliados do presidente. Segundo eles, a Secretária não estava alinhada ideologicamente.

Vídeo de saída

Em um vídeo divulgado por Jair Bolsonaro, o presidente e Regina Duarte aparecem conversando no Palácio do Planalto. Ela pergunta se ele a teria “fritado” e o presidente responde que não. Depois, Bolsonaro culpou a imprensa, alegando que era uma tentativa de desestabilizar o governo. Também no vídeo, Regina classificou como “um presente” sua ida para a Cinemateca.

Polêmica na CNN

No começo do mês de maio, Regina Duarte se envolveu em polêmica durante entrevista com a rede CNN Brasil. Regina Duarte não gostou de um vídeo mostrado a ela no qual a atriz Maitê Proença fazia cobranças à sua gestão.

Se dizendo ofendida e acusando a CNN de não cumprir o combinado, ela decidiu encerrar a entrevista. A rede de TV se defendeu e afirmou estar fazendo jornalismo. Nas redes sociais, discussões sobre o tema afloraram. Houve quem defendesse a então Secretária e aqueles que ficaram do lado da emissora.

A atriz também sofreu críticas por ter defendido aspectos do Regime Militar e por minimizar as mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus. De qualquer forma, o episódio teve atenção nacional.

Possível novo secretário

De acordo com vários veículos de imprensa, o novo secretário da Cultura pode ser outra pessoa ligada ao teatro e às novelas. No caso, o mais cotado a assumir a pasta é o ator Mario Frias. Ele demonstrou ter proximidade com o presidente quando foi chamado para um almoço na terça-feira (19/05), em Brasília. Frias ficou conhecido por fazer parte do elenco de “Malhação”, na década de 1990, da Rede Globo de Televisão.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais