Tudo Bahia
Portal de Notícias

Brasileiros que moram fora e criminosos receberam o auxílio emergencial

Novas fraudes do auxílio emergencial foram descobertas. O programa Fantástico noticiou que criminosos receberam o auxílio emergencial e brasileiros que estão fora do país também conseguiram o benefício.

programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu uma reportagem apresentando novas irregularidades do benefício de R$ 600, neste domingo (31). A matéria mostrou que 11 criminosos receberam o auxílio emergencial e estão na lista dos mais procurados do BrasilO levantamento foi feito a partir do cruzamento de dados dos solicitantes do auxílio com uma lista de foragidos divulgada no site do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Entre os nomes estão traficantes, assassinos e ladrões de banco, como William Moscardin. Conhecido como Baixinho, ele foi acusado de participar do roubo de uma empresa de transporte de valores no Paraguai, da qual foram tomados R$ 60 milhões. Leomar de Oliveira Barbosa, que era braço direito de Fernandinho Beira-Mar, está sendo procurado desde 2018 e agora recebeu o benefício do governo. 

Os especialistas entrevistados para a reportagem disseram acreditar que as informações prestadas no cadastro não tenham sido cruzadas com os dados disponíveis do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Assim como criminosos receberam o auxílio emergencial, brasileiros que moram em outros países também conseguiram ter acesso ao benefício. 

Em um chat criado pelo programa, uma mulher usou a carga tributária para se justificar. Segundo ela, “tanto desconto lá e nunca fui beneficiada. Eu fiz e deixei na poupança das crianças”. Do mesmo mutra até brincou dizendo que “já dá pra fazer um churras (churrasco)”. De acordo com o Ministério da Cidadania afirmou que existem “casos em reanálise que estão passando por filtro de checagem”. 

Conforme a matéria do Fantástico, Tribunal de Contas da União (TCU) já notificou o governo federal e este terá 48 horas para se posicionar sobre fraudes e irregularidades relacionadas ao auxílio de R$ 600. Até agora, 58 milhões de brasileiros já tiveram seus cadastros aprovados pela Caixa e Dataprev. 

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais