Tudo Bahia
Portal de Notícias

10 milhões de brasileiros tiveram contrato suspenso ou jornada reduzida

Acordos possibilitados pelo Governo Federal permitiram que trabalhadores tivessem contratos suspensos ou jornadas reduzidas

Entre abril e setembro de 2020, 9.734.159 cidadãos brasileiros tiveram seus contratos de trabalho suspensos ou suas jornadas – e salários – reduzidos. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). As medidas foram possibilitadas por medida do Governo Federal a fim de reduzir o desemprego no período de crise causado pelo novo Coronavírus.

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM) foi estabelecido pela Lei nº 14.020, de 6 de julho de 2020 e Decreto nº 10.422, de 13 de julho de 2020. O BEM é destinado para empregados que formalizaram acordos junto a seus empregadores. Os acordos podiam ser de dois tipos: suspensão do contrato de trabalho ou redução de jornada de trabalho, o que causaria redução no salário dos trabalhadores. No caso da redução de jornada, as opções eram quatro: reduzir a 25%, a 50%, a 70% ou adotar uma jornada intermitente. A medida foi renovada pelo governo até o dia 31 de dezembro de 2020.

Calamidade Pública

O Governo Federal anunciou que o Brasil ficaria em estado de calamidade pública até o último dia do ano de 2020. Portanto, as medidas tomadas para conter a crise financeira durante a pandemia também foram renovadas até a data. Com a declaração, o BEM, o Auxílio Emergencial e outros auxílios governamentais continuaram em vigor. Mas, o presidente Jair Messias Bolsonaro já disse que o estado de calamidade não será renovado em 2021.

Contratos suspensos e jornadas reduzidas

Segundo estimativa, 10 milhões de empregos foram preservados com o BEM. Até o mês de setembro deste ano, 18.378.772 acordos foram feitos entre empregados e empregadores dentro do benefício. Como o número diz respeito aos acordos iniciais e prorrogações, o número de trabalhadores afetados é menor que esse.

O pico de adesão a suspensão de contrato e redução de jornada foi em abril, quando 6 milhões de acordos foram assinados pelos trabalhadores brasileiros. Em maio e julho, em média 3 milhões de empregados fizeram o mesmo. Já em agosto e setembro, esse número caiu para 1 milhão.

Estima-se que 43,8% dos acordos foram de suspensão de contratos de trabalhos, já 14,6% foram de redução de jornada a 25%, 18, 8% de redução de jornada a 50% e 22,1% de redução de jornada a 70%, 1% dos trabalhadores ficaram em jornadas intermitentes (com alternância de períodos).

Como funciona o BEM?

Após feito o acordo com o empregador, o acordo era enviado ao Ministério da Economia que avalia as condições e depois encaminha ao Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. O benefício era creditado na conta do trabalhador normalmente, mas em casos especiais podia ser feito por meio do Cartão do Cidadão.

LEIA TAMBÉM

Aplicativo Jeitto empresta dinheiro para pagar contas; saiba como funciona

Com a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, muitos brasileiros passaram a realizar mais transações em plataformas virtuais. O aplicativo Jeitto, que concede crédito para pagar contas e efetuar compras online, registrou aumento…

Clientes do cartão de crédito Itaú têm acesso a novas funcionalidades

O Banco Itaú lançou novas funções para os seus cartões de créditos. A instituição brasileira, que existe desde 1945, é hoje a maior da América Latina. Dentre suas novidades para a linha de crédito estão: antecipação de parcelas, a…

Auxílio emergencial paulistano: benefício é aprovado pela Câmara Municipal

Na última quinta-feira (22/10), a Câmara Municipal de São Paulo aprovou o projeto de lei de nº 620/2016. Essa medida, idealizada pelo vereador Eduardo Suplicy, tem o objetivo de instituir o auxílio emergencial paulistano de R$ 100 para os…

Pix: Banco Central autoriza que FGTS seja recolhido pelo meio de pagamento

Na última quinta-feira (22/10), o Banco Central informou que o Pix passará a ser uma opção para recolhimento de contribuições, como é o caso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Isso acontecerá porque a instituição fechou um…

Efeitos da pandemia na educação: estudo mostra aumento na desigualdade de acesso

Na última terça-feira, dia 20 de outubro, A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou uma pesquisa sobre os efeitos da pandemia na educação brasileira. Os dados apontam que os estudantes do país tiveram menos horas/aula do que o estabelecido…

Isenção do IPVA 2020: veja regras e formas de consultar a situação

A porcentagem do IPVA (Imposto sobre Propriedade Veicular Automotiva) é calculada anualmente, como no caso de São Paulo. Para os motoristas que residem nesse estado, por exemplo, uma taxa de 4% é cobrada aos carros movidos à gasolina e…

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais