Tudo Bahia
Portal de Notícias

Eleições 2020: presidente do TSE adia eleições municipais em Macapá

Nesta quarta-feira (12), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, adiou as eleições municipais em Macapá, capital do Amapá. A decisão foi tomada após a Justiça Eleitoral do estado pedir a suspensão do pleito. Os motivos foram as ações de protestos geradas por causa de uma falta de luz na cidade.

A determinação, que foi divulgada por volta da meia-noite, é válida apenas para Macapá. Logo, as eleições 2020 acontecerão nos outros municípios. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) garantiu que haverá segurança para os eleitores colocarem em prática o direito do voto. As informações foram dadas pela Agência Brasil.

“Com essas considerações, tendo consultado todos os demais membros do tribunal, suspendo a realização das eleições municipais de Macapá/AP, até que se restabeleçam as condições materiais e técnicas para a realização do pleito, com segurança da população”, decidiu Barroso.

Ações de protesto em Macapá

O adiamento das eleições 2020 em Macapá aconteceu após a Justiça Eleitoral do Amapá ser informada de protestos na capital. Segundo o ofício encaminhado ao TSE, as manifestações foram informadas pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o Exército e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O documento afirma que foram ações tomadas por membros de facções criminosas.

A movimentação aconteceu após o fornecimento de energia elétrica ter sido interrompido no dia 03 de novembro, por volta de 21 horas. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que o problema aconteceu após um transformador pegar fogo. De acordo com o ONS, a máquina foi totalmente destruída.

Agora, a energia já começou a ser restabelecida no município. Contudo, será necessário continuar com um rodízio de seis em seis horas até a retomada completa. Enquanto isso, o TRE alerta sobre possíveis novos protestos. Conforme diz o ofício, a população está sendo incitada a se manifestar em via pública na data das eleições 2020.

“Convém destacar que no próximo domingo, dia 15.11.2020, várias manifestações estão sendo convocadas para demonstração de desagrado em frente aos locais de votação, o que colocaria em risco os eleitores da capital”, o TRE chamou a atenção.

A votação para prefeito e vereador está marcada para acontecer no próximo domingo (15) em todo o país. O segundo turno, caso seja necessário, deve ser realizado em 29 de novembro de 2020. Contudo, novas datas ainda serão definidas para os eleitores da capital do Amapá.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais