Tudo Bahia
Portal de Notícias

Enem seriado: MEC se prepara para implementar a prova em 2021

Enem 2020 será aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro deste ano

Nesta segunda-feira (11/01) foi publicado no Diário da União (DOU) a portaria com as regras e diretrizes para a implementação do Enem seriado. O Ministério da Educação (MEC) vai passar aplicar provas ao final de cada ano do ciclo do ensino médio.

A nota final do Enem seriado será uma média de desempenho nas três provas dos três anos do ciclo. Essa mudança no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) faz parte do novo Sistema de Avaliação da Educação básica (Saeb).

O Saeb vai passar por uma reformulação para efetuar as mudanças recentes nos conteúdos pedagógicos determinados na aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), da Política Nacional de Alfabetização (PNA), e do novo Ensino Médio, respeitando as Diretrizes Curriculares Nacionais.

Pela primeira vez, o Saeb passará a criar provas censitárias nas quatro áreas de conhecimento (Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias). Até 2020, somente o 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental e o 3º ano do ensino médio que participavam das provas do Saeb.

Vantagem do Enem seriado

Ao passo que o Enem tradicional avalia tudo o que foi aprendido nos três anos do ensino médio em dois domingos de prova, o Enem seriado vai avaliar os estudantes de acordo com o conteúdo de cada ano do ensino médio. Por isso o nome Enem “seriado”, já que as avaliações serão aplicadas “em série”, em mais de uma etapa.

Os estudantes farão as provas ao fim do ano letivo, dessa forma, aqueles que ingressarem no primeiro ano do ensino médio em 2021 já poderão participar do Enem seriado no final do ano. Em 2022, a prova será sobre o conteúdo do segundo ano do ensino médio, e em 2023, com conteúdo do terceiro ano.

A nota geral, que poderá ser usada nos processos seletivos das universidades, será uma média de desempenho nas três provas. O objetivo do Enem é oferecer mais uma forma de ingresso ao ensino superior.

Já foi determinado que a nota do Enem seriado poderá ser usada no Prouni (Programa Universidade para Todos) e no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Ainda está em análise o uso da nota pelo SISU (Sistema de Seleção Unificada), as instituições de ensino vão decidir se vão aderir ou não a nova modalidade.

“O aluno que fizer o Enem seriado em 2021 também pode fazer o Enem regular. As duas provas não serão na mesma data, para que o aluno possa concorrer a uma vaga por meio dos dois processos seletivos”, explicou, Eduardo Carvalho Sousa, coordenador-geral de exames para certificação do Inep.

Prova digital

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, explicou que a prova terá “progressiva realização de aplicação eletrônica”. Diferente do Enem digital 2020, no qual os estudantes farão o exame nos computadores das escolas, as provas do Saeb serão aplicadas com tablets do governo.

“As provas serão feitas pelo meio digital com tablets oferecidos por nós. Os alunos saem de suas salas, vão ao local de prova, fazem a prova e voltam ao local de aula. Então, os alunos vão voltando ao longo da semana para fazer a prova. O Saeb já é assim, normalmente é feito em duas semanas”, explicou Lopes.

Enem seriado em 2021

Depois da realização do Enem 2020 que foi adiado para 17 e 24 de janeiro deste ano (versão impressa), o Ministério da Educação (MEC) pretende começar a aplicar o Enem seriado em 2021, que será uma nova forma de seleção para o ensino superior.

O Enem seriado que vai ser aplicado este ano vai começar com os alunos primeiro ano. Para que em 2023, quando os estudantes estiverem no terceiro ano do ensino médio, eles tenham concluído a terceira prova, que lhes dará acesso à média geral.

“Ao fazer o Enem seriado, de certa forma estamos dando proteção para quem começa o ensino médio na pandemia. Os alunos do primeiro ano, quando chegarem ao terceiro ano em 2023, com Enem seriado vão concorrer a vagas só entre si”, declarou Alexandre Lopes.

O conteúdo que cobrado na prova ainda em desenvolvimento, a previsão é que as matrizes sejam divulgadas entre o final de fevereiro e início de março.

À medida que as redes públicas de ensino estão se organizando para implementar as novas regras do ensino médio, o Conselho de Secretários de Educação (Consed) já definiu que em 2021 serão avaliados conceitos de português e matemática

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais