Tudo Bahia
Portal de Notícias

Fies 2021.2: inscrições terminam hoje, dia 30; veja como fazer

Para quem ainda não se inscreveu no Fies 2021.2, o prazo para inscrições termina nesta sexta-feira (30/07) às 23h59 no horário de Brasília. O programa de financiamento estudantil abriu as inscrições no período de 27 a 30 de julho de 2021, com 69 mil vagas.

É importante lembrar que um dos requisitos para a inscrição é ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no período de 2010 e 2020. Ao todo são cerca de 23.320 cursos subdivididos em 1.324 instituições privadas de ensino superior espalhadas pelo país.

A pontuação adquirida também é fundamental para conseguir o financiamento estudantil, posto que, é necessário que o candidato tenha alcançado pontuação de 450 pontos e nem ter zerado a pontuação da redação.

Como fazer a inscrição no Fies 2021.2?

Se você ainda não fez a inscrição, basta acessar o site do Fies até o horário estabelecido, ou seja, até às 23h59 desta sexta-feira. Ao acessar a plataforma, será pedido o login (mesmo utilizado para inscrição do ENEM).

Em seguida, preencha com os dados requeridos e uma validação será enviada para o seu e-mail. Após a validação, basta incluir os dados pedidos no site do Fies e escolher até três cursos que deseja fazer.

A divulgação da lista de pré-selecionados está prevista para ocorrer no dia 03 de agosto. Os pré-selecionados deverão complementar as informações necessárias entre 4 e 6 de agosto.

Sobre o fundo

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi criado em 1999 no então governo de Fernando Henrique Cardoso. Todavia, o programa já existia desde o governo de Ernesto Geisel em 1975 sob o nome de Programa de Crédito Educativo (CREDUC), este então foi reformulado e ampliado por Fernando Henrique.

A finalidade do FIES, como programa do Ministério da Educação, é financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos. Em 2010, o então presidente Luís Inácio Lula da Silva fez importantes mudanças no FIES, como passou a administração do programa para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), tornando-se, portanto, o Agente Operador.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais