Tudo Bahia
Portal de Notícias

Perdeu o seu RG? Veja o que pode ser feito para recuperar o documento

O documento tem a função de identificar, individualmente, cada cidadão brasileiro para que ele usufrua de seus direitos.

Os documentos pessoais, sendo o RG (Registro Geral) um deles, têm a função de identificar, individualmente, cada cidadão brasileiro para que ele usufrua de seus direitos e para atividades do dia a dia, como se matricular em escolas e universidades, adquiri bens móveis e imóveis, abrir uma conta bancária, entre outras utilidades.

Por isso, não há dúvidas de que perder nossos documentos pessoais, principalmente o RG, é uma baita dor de cabeça. Isso porque além de ter que tirar a segunda via desses documentos, podemos correr o risco de sermos vítimas de fraudes.

Caso você perca o RG, por exemplo, é preciso antes de solicitar a segunda via do documento, ir até a uma delegacia de polícia mais próxima e abrir um BO (Boletim de Ocorrência) para relatar o ocorrido.

O BO é a coisa mais importante a se fazer quando você perde o seu RG, pois, caso surja algum problema por conta do uso inadequado de seus dados, você fica protegido e tem como comprovar que não estava com o documento.

Alguns estados brasileiros já permitem registrar o BO dos documentos perdidos pela internet, no próprio site da Polícia Civil. O procedimento pode variar de uma região para outra, mas normalmente os detalhes de como é feito está no site do órgão.

Após registrar o BO, você pode então solicitar a segunda via do RG. É necessário fazer solicitação junto à Secretaria de Segurança Pública (SSP) do seu estado ou ainda em algum posto da Polícia Civil da sua cidade. Para tanto, é preciso estar munido de alguns documentos. Veja abaixo quais são eles:

  • 2 fotos 3×4 original e recente;
  • Certidão de nascimento. Pode ser a original ou cópia simples;
  • Certidão de casamento (original ou cópia simples), se esse for o seu caso;
  • Boletim de Ocorrência. Pode ser o original ou cópia simples;
  • CPF original ou comprovante de inscrição da Receita Federal, caso você queria que o número do documento apareça em seu RG;
  • Cartão do Cidadão original, caso queira que o número apareça em seu RG. Esse número pode ser substituído por PIS ou Pasep.

Vale notar que para fazer a segunda via do RG é preciso pagar uma taxa que varia de região para região. No entanto, homem com idade acima de 65 anos e mulheres com idade acima de 60 anos são isentos dessa taxa.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais