Tudo Bahia
Portal de Notícias

Concurso Caixa: previsão de 10 mil contratações em breve. Saiba mais

Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anuncia o preenchimento de 10 mil vagas. Desse total, mil vagas serão preenchidas por meio de novo edital até setembro (concurso Caixa).

Concursos públicos federais importantes muitas vezes surgem quando menos se espera, ainda que em tempos difíceis como o atual. Foi assim, dias atrás, com o concurso do Banco do Brasil. Agora, estamos presenciando a boa notícia sobre o novo concurso Caixa!

Sim, isso mesmo. O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, divulgou nas redes sociais que o banco vai preencher nada menos do que 10 mil vagas.

Mas nem todas essas 10 mil estão confirmadas. Segundo Guimarães, a distribuição dos novos postos de trabalho, no momento, é a seguinte:

  • 3.000 vagas dependem de autorização da SEST (Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais);
  • 1.000 vagas confirmadas para novo concurso público voltado a Pessoas com Deficiência (PcD);
  • 5.200 vagas para Estagiários e Jovens Aprendizes;
  • 800 vagas para Vigilantes e Recepcionistas temporários (que podem ser contratados por meio de empresas terceirizadas).

Edital do concurso Caixa sai em setembro de 2021

O primeiro edital da Caixa Econômica está com previsão, segundo Pedro Guimarães, de sair até o mês de setembro de 2021.

Serão 1.000 vagas exclusivamente voltadas para candidatos com deficiência (PcD). Como a porta de entrada para as carreiras do banco costuma ser o cargo de Técnico Bancário, todas as vagas PcD deverão ser de ensino médio.

A expectativa quanto às outras 3.000 vagas efetivas é que a SEST autorize as convocações dos aprovados no último concurso Caixa, de 2014.

De acordo com publicação no Instagram da Caixa, as novas contratações reforçam o papel da instituição “como o banco de todos os brasileiros, com a maior presença bancária no país, com 26 mil pontos de atendimento”.

Vagas para temporários na Caixa

Toda essa demanda por novos funcionários será necessária para contemplar a ampliação no número de agências da Caixa em todo o país. Serão 250 novas unidades.

Além das 4.000 vagas efetivas (1.000 para PcD e 3.000 para convocações), Pedro Guimarães assegurou que um total de 6.000 novos servidores temporários serão contratados para assumir os cargos de Vigilante e Recepcionista.

Confira a íntegra da fala do presidente da Caixa:

Temos uma notícia muito importante para vocês. Vamos contratar mais 10 mil pessoas! Destas, 4 mil serão para novos empregados (3 mil dependem da autorização da SEST e mil serão PcD’s, em um novo concurso, em setembro deste ano). Além disso, são 5.200 estagiários e aprendizes e 800 vigilantes e recepcionistas, fundamentais para as 250 novas agências que estamos abrindo. Ou seja, é a Caixa Econômica Federal, o banco de todos os brasileiros, pensando sempre no melhor atendimento para os clientes e na melhor qualidade de vida e de trabalho para os empregados. Um grande abraço!

Último concurso Caixa foi em 2014

A Caixa, de fato, necessita fazer contratações o quanto antes. Segundo os últimos dados levantados, o déficit de empregados está na casa dos 17 mil.

O último concurso público foi realizado em 2014, com a organização do Cebraspe. A meta foi preencher cadastro reserva para os cargos de Técnico Bancário Novo, Engenheiro Agronômico, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Civil e Médico do Trabalho.

Agora, com o anúncio do presidente da instituição, todas as expectativas se voltarão para a autorização da SEST, em prol das convocações desses aprovados de 2014.

No último edital, a remuneração prevista para Técnico Bancário, cargo mais concorrido, era de R$ 2.025,00 mensais. Hoje, o salário está em torno de R$ 3 mil mensais, sem contar os adicionais.

Quem segue carreira na Caixa, recebe diversos outros benefícios que elevam bastante o salário. Alguns exemplos são:

  • Participação nos lucros e resultados;
  • Auxílio-creche/babá
  • Plano de Previdência Complementar;
  • Plano de Saúde;
  • Auxílio-refeição; e
  • Auxílio-alimentação.
LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais