Tudo Bahia
Portal de Notícias

Parou de receber o seu auxílio emergencial? Saiba o que pode ter acontecido

Ao final de um ciclo de pagamentos, a Dataprev realiza uma espécie de varredura através de seus bancos de dados. Saiba mais.

Muitas pessoas, beneficiárias do auxílio emergencial, ficam surpresas quando chega a data de recebimento, conforme o calendário, e elas não recebem. Isso ocorre porque o benefício pode estar bloqueado, cancelado ou suspenso. Mesmo caminhando para a última parcela, é possível contestar.

Ocorre que, sempre ao final de um ciclo de pagamentos, a Dataprev realiza uma espécie de varredura através de seus bancos de dados, que cruzam informações sobre os beneficiários. Muitas vezes, o sistema pode apontar que o cidadão conseguiu um trabalho formal, teve ganhos elevados, entre outras situações.

Auxílio emergencial bloqueado: o que pode ter acontecido?

Quando o beneficiário sabe que não está correta a análise, ele pode ter a chance de contestação. Porém, em alguns casos, a opção não fica disponível ao cidadão.

Vamos, portanto, identificar as possíveis causas para o cancelamento:

  • Caso o trabalhador comece a trabalhar formalmente, com vínculo empregatício;
  • Quando o beneficiário do auxílio passa a receber alguma espécie de benefício previdenciário ou até mesmo de programa de transferência de renda do governo. São contabilizados, nesses casos, aposentadoria, FGTS, entre outros. Para programas sociais, são excluídos casos de Bolsa Família e abono salarial;
  • Outra situação que pode gerar o cancelamento do auxílio é o aumento da renda per capita (por cabeça “pessoa”). Maior do que meio salário mínimo;
  • Famílias que passaram a ter uma renda total superior a três salários mínimos ou que, em 2019, receberam uma renda tributável superior a R$ 28.559,70. Outra hipótese é de terem, até 31 de dezembro de 2019, a posse ou propriedade de bens ou direitos, incluindo terrenos com valor igual ou superior a R$ 300 mil.

Existem outras situações que podem gerar o cancelamento do benefício, como nos casos de pessoas privadas de liberdade e menores de 18 anos (exceto mães solo).

Como saber o motivo do cancelamento

A maneira mais fácil de saber a motivação do cancelamento do benefício do auxílio emergencial é através do site ou aplicativo da Dataprev.

Para isso, bastará informar os dados solicitados, como CPF, nome completo, nome da mãe, data de nascimento. Em seguida, será necessário confirmar que não é um robô e, por último, clicar em “Enviar”.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais