Tudo Bahia
Portal de Notícias

Cursos gratuitos Senai GO: mil vagas para mulheres; veja opções disponíveis

Em parceria com a Prefeitura de Goiânia, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial liberou mil vagas para qualificação profissionalizante. O objetivo é de amparar mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Para se candidatar aos cursos gratuitos no Senai GO, é necessário residir em Goiânia, ser do gênero feminino e possuir mais de 14 anos de idade.

“Estes cursos vão qualificar e reinserir essas mulheres novamente no mercado de trabalho, gerando uma nova fonte de renda para elas e suas famílias”, explicou a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Patrícia Quirino.

As aulas serão ministradas na modalidade virtual, especificamente por meio do esquema de ensino a distância (EAD). Ao todo, as interessadas têm 18 opções de cursos gratuitos para diversos nichos, com cargas horárias entre 160 e 180 horas. Todas as participantes vão receber certificados de conclusão.

Cursos gratuitos Senai GO

O Senai GO e a Prefeitura de Goiânia liberaram diversas opções de cursos profissionalizantes. Veja lista completa:

  • Assistente de Controle de Qualidade;
  • Assistente Ambiental;
  • Assistente de Operações Logísticas;
  • Assistente de Distribuição;
  • Assistente de Planejamento da Distribuição;
  • Assistente de Suprimentos;
  • Assistente Administrativo;
  • Assistente Recursos Humanos;
  • Controladora e Programadora de Produção;
  • Desenhista de Moda;
  • Desenhista Mecânico;
  • Desenhista de Móveis;
  • Desenhista Técnico de Edificação;
  • Inspetora de Qualidade;
  • Instaladora e Reparadora de Computador;
  • Operadora de Estação de Tratamento de Águas e Efluentes;
  • Operadora de computadores;
  • Supervisora Inovadora.

Como se inscrever

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas provavelmente até o dia 30 de novembro de 2020. Basta acessar o formulário eletrônico do Senai GO e preencher todos os campos correspondentes.

Mais informações podem ser solicitadas pelo telefone (62) 9122-8813.

Desigualdade de gênero é agravada na pandemia

A pandemia da COVID-19 vem causando diversas perdas econômicas. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a situação pode ser ainda pior para pessoas do gênero feminino. A diferença salarial entre homens e mulheres vinha caindo durante as últimas décadas. Entretanto, a pandemia está aumentando a desigualdade de gênero.

De acordo com estudo publicado em julho de 2020, as mulheres serão mais prejudicadas que os homens. O FMI destacou que os setores de varejo e turismo, compostos majoritariamente por trabalhadoras, foram muito prejudicados na pandemia do novo coronavírus. Além do mais, 67% das mulheres brasileiras exercem funções fora de casa, o que inviabiliza o trabalho em home office.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais