Tudo Bahia
Portal de Notícias

Maior fábrica de vacinas do mundo EM CHAMAS na Índia

O incêndio não afetou a produção de vacinas contra a Covid-19 no Serum Institute of India

Na cidade de Pune na Índia houve um incêndio no Serum Instituto of India, a maior fábrica de vacinas do mundo, entre as 2h30 e 3h (horário local) da tarde desta quinta-feira (21/01). De acordo com a impressa local, a produção de vacinas contra a COVID-19 não foi afetada.

As mídias televisivas indianas exibiam imagens de uma enorme nuvem de fumaça cinza sobre as instalações do instituto. Atualmente, a fábrica está produzindo milhões de doses da vacina contra o coronavírus Covishield, desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

Segundo a mídia local, o incêndio teve início em um local em construção, longe das instalações da maior fábrica de vacinas do mundo. O corpo de bombeiros da cidade indiana de Pune, que atuaram no incidente, confirmou cinco mortos.

O Brasil aguarda o envio de dois milhões de doses da vacina de Oxford pela Índia. De acordo com integrantes do Planalto e do Itamaraty o incêndio poderá ocasionar atrasos na exportação da vacina contra a COVID-19 de Oxford produzidas pelo instituto para o Brasil.

A maior fábrica de vacinas do mundo

A Serum Intitute of India é responsável por fabricar a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e AstraZeneca, para a Índia e muitos outros países de baixa e média renda.

A maior fábrica de vacinas do mundo tem se preparado para produzir uma vacina que está em desenvolvimento pela empresa Novavax Inc, empresa estado-unidense de desenvolvimento de vacinas.

COVID-19 na Índia

No ranking de contaminações, a Índia é o segundo país mais afetado, depois dos Estados Unidos, pela COVID-19. Atualmente, a país possui mais de 10 milhões de casos confirmados, apesar de ter uma das mais baixas taxas de mortalidade do mundo.

No início de janeiro de 2021, duas vacinas foram aprovadas com urgência na Índia: a Covishield (AstraZeneca e Oxford) que está em produção no Serum Institute of India, e a Covaxin, fabricada pela empresa local Bharat Biotech.

No último sábado (16/01), a Índia lançou uma das campanhas de vacinação mais ambiciosas do mundo. O objetivo da campanha é de imunizar 300 milhões de pessoas até julho.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais