Tudo Bahia
Portal de Notícias

Conheça os 5 tipos de cebola que existem e entenda as diferenças

Não é porque um ingrediente é usado quase todos os dias que ele é “simples”.

A cebola pode ser considerada um dos temperos ou ingredientes mais comuns nas cozinhas e não só na brasileira. Seu uso também é muito difundido nas culinárias europeia e asiática, porque sua preparação é simples, mas os sabores que ela traz são incríveis.

Além de muito saborosa, a cebola também é rica em ferro, sódio, cálcio, potássio, fósforo e vitaminas (principalmente A, B e C). Agora, você já reparou que existem mais de um tipo de cebolas na feira? Conheça a seguir as variedades desse vegetal tão popular:

1. Cebola Branca

Costuma ser a mais difícil de ser encontrada e, consequentemente, a mais cara. Seu sabor é adocicado e a consistência mais crocante, o que faz dela ideal para ser consumida crua, tanto em saladas, quanto em outros pratos.

2. Cebola Amarela

A mais comum de todas, perfeita para dar aroma e sabor a refogados, além de ficar ótima quando caramelizada.

3. Cebola Roxa

Inegavelmente dá um colorido em qualquer prato. Essa variedade é muito crocante, com um sabor intenso, adocicado e menos ácido, o que faz com que fique ótima quando usada crua.

4. Cebola Doce (Vidalia)

Essa aqui é muito parecida com a amarela, inclusive é difícil distinguí-las. O que muda é seu formato (um pouco mais achatado) e um sabor menos adstringente e ardido. É a melhor opção para fazer os famosos onion rings.

5. Cebola Pérola (ou bebê)

Como o nome sugere, é pequena e bem redondinha. Seu sabor suave e adocicado é perfeito para conservas ou para receitas que levem cebolas inteiras.

E a “chalota”?

Muito rara de ser encontrada no Brasil, essa variante tem um formato alongado que lembra enormes dentes de alho. Na França ela é muito popular, sendo usada para fazer molhos e no acompanhamento de carnes.

Para todas elas vale uma dica: procure comprar sempre aquelas com pele inteira, sem manchas, sem batidas e com textura firme. Outra coisa importante é em relação ao armazenamento: quando for guardá-las, deixe as cebolas em um local protegido da luz e com circulação de ar.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais