Tudo Bahia
Portal de Notícias

Estes 5 animais são os que mais atacam humanos; veja a lista

Do temido escorpião ao inusitado elefante, são inúmeros animais que podem oferecer perigo aos humanos.

Os riscos de sermos atacados por bichos da natureza abaixaram drasticamente desde que começamos a viver em grandes polos urbanos. Porém, ser atacado ainda é uma ameaça existente e, apesar de linda e fascinante, a natureza ainda continua sendo muito ameaçadora.

Confira quais animais que mais atacam os seres humanos nos dias de hoje.

1) Elefante

Encabeçamos a lista já com animal um tanto quanto inusitado. O elefante, apesar de ser mostrado em muitas obras como sendo um bicho fofo, na verdade pode ser muito perigoso.

Caso presos em cativeiros, esses animais acabando retaliando contra os humanos. Estima-se que 500 pessoas são mortas por elefantes, anualmente.

2) Mosca Tsé-tsé

Pode até parecer desconhecida à primeira vista, mas essa pequena mosca pode ser fatal. Apesar de não ser a picada do animal que acaba por pôr a vida de nos humanos em risco, a infecção gerada pela picada é grave.

Habitando a região tropical da África, a tsé-tsé infecta o hospedeiro com um parasita que causa a doença do sono. Em casos mais graves, ela pode ser mortal.

3) Cães e lobos

Sim, por mais que tenha a fama de ser o melhor amigo do homem, os cães podem ser também algozes.

Seus primos, os lobos, também são responsáveis por ataques a humanos, que podem resultar em fatalidades principalmente em regiões com poucos recursos.

4) Escorpião

Sendo um animal claramente assustador, o escorpião pode ser extremamente fatal. Com a sua ferroada, o escorpião amarelo (comumente encontrado no Brasil), pode matar um humano adulto, a depender da quantidade veneno ao qual foi exposta e o tempo de demorar para ser tratado.

5) Cobras

Talvez a mais obvia da lista, as cobras são comumente conhecidas por serem os animais mais perigosos do mundo. E as que mais atacam humanos.

São responsáveis por, aproximadamente, 50 mil mortes por ano.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais