Tudo Bahia
Portal de Notícias

Dificuldade para dormir: 47% dos trabalhadores brasileiros alegam problemas para pegar no sono

Por outro lado, 43,7% dos gerentes afirmaram não possuírem dificuldade para dormir. Confira detalhes sobre a pesquisa feita pela FIA (Fundação Instituto de Administração)!

De acordo com pesquisa realizada pela FIA (Fundação Instituto de Administração), 47% dos trabalhadores brasileiros têm dificuldade para dormir. Ao menos 150 mil funcionários foram consultados ao longo dos estudos, com lotação em mais de 300 empresas espalhadas pelo país.

O vice-presidente para assuntos da América Latina na United Minds, Rodolfo Araújo, destacou que a pandemia afetou os números de maneira direta. “Coisas que se podia resolver numa conversa agora demandam marcar reuniões, conferências, e isso drena muita energia”, disse para o portal UOL.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site. Veiculamos as principais notícias nacionais e internacionais!

Trabalhadores brasileiros com dificuldade para dormir

De acordo com a pesquisa FIA Employee Experience (FEEx), os problemas na hora de dormir são mais comuns em trabalhadores de até 17 anos ou aqueles que possuem idade entre 18 e 26 anos.

“As pessoas mais jovens estão sofrendo mais”, afirmou Rodolfo Araújo. “É uma geração que se cobra muito num momento crítico de vida, de construção da carreira e da independência financeira. Isso por si já gera bastante pressão”.

Os estudiosos também investigaram a saúde dos funcionários. Resultado das análises? Quase metade (47%) informou ter algum tipo de problema para pegar no sono. Outros 32% disseram sofrer de estresse excessivo ou esgotamento mental.

Confira, abaixo, mais detalhes sobre a pesquisa e a dificuldade para dormir dos trabalhadores brasileiros:

  • Quase 60% diz praticar exercícios físicos com pouca ou nenhuma frequência;
  • Os estagiários e trainees são os mais afetados pela dificuldade para dormir (48% e 54%, respectivamente);
  • 43,7% dos gerentes afirmaram que dormem bem. Só perdem para diretores e presidentes (52,1%);
  • Mesmo dormindo bem, ao menos 51,3% dos gerentes dizem que o trabalho ocasiona em estresse excessivo ou esgotamento mental;
  • Dificuldade para dormir afeta homens e mulheres de maneira parecida (20,5% e 21,2%, respectivamente). Por outro lado, as pessoas do gênero feminino se sentem mais esgotadas mentalmente (entre 17,5% e 12,1%).
LEIA TAMBÉM

Moderna planeja, hoje, solicitar autorização para uso da vacina

Nesta segunda-feira (30/11), a farmacêutica americana, Moderna, irá solicitar autorização para o uso da vacina contra o novo coronavírus nos Estados Unidos e na Europa. O pedido será feito em caráter emergencial, ou…

OMS alerta para riscos do sedentarismo causado pela COVID-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada com o sedentarismo da população global por conta do sedentarismo causado pela pandemia de COVID-19. Segundo a entidade, um em cada quatro pessoas adultas e quatro em…

Estudante desenvolve protótipo para possibilitar acesso a computador por tetraplégicos

O estudante baiano Álvaro Vasques, de 18 anos, está desenvolvendo um protótipo capaz de possibilitar o acesso ao computador por pessoas tetraplégicas. O projeto foi orientado pelos professores Leandro Teixeira e Gustavo…

Em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue, Hemoba e hemocentros promovem ações

A Fundação Hemoba e mais 16 hemocentros do Brasil se unem para promover ações em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado no dia 25 de novembro. Em Salvador, a abertura da campanha “Somos Todos do mesmo…

Novo vírus raro provoca contágio na Bolívia e pode ser fatal

Na Bolívia, foi confirmada nesta segunda-feira (16/11) a primeira transmissão entre humanos do novo vírus raro de Chapare. A notícia divulgada por cientistas americanos e bolivianos causa preocupação em meio à pandemia…

Harvard desenvolve vacina contra o câncer, resultados são satisfatórios

A Universidade de Harvard, umas das mais prestigiadas dos Estados Unidos da América, revelou resultados positivos nos testes em sua vacina contra o câncer. Desenvolvida pelo Wynn Institute, ligado à universidade, a…

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais