Tudo Bahia
Portal de Notícias

Vacina contra COVID-19 é 90% eficaz, dizem Pfizer e BioNTech

A farmacêutica americana declarou que as pesquisas vão continuar até a confirmação das taxas de eficácia

Nesta segunda-feira (09/11), de acordo com dados iniciais de estudo, a farmacêutica americana Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã BioNTech anunciaram que sua vacina experimental contra a COVID-19 foi mais de 90% eficaz na prevenção do vírus. As empresas são as primeiras fabricantes de medicamentos a divulgar dados bem-sucedidos de um estudo clínico em grande escala de uma vacina contra a COVID-19.

Albert Bourla, presidente e executivo-chefe da Pfizer, em comunicado afirmou que “hoje é um grande dia para a ciência e a humanidade. Estamos alcançando este marco crítico em nosso programa de desenvolvimento de vacinas em um momento em que o mundo mais precisa, com taxas de infecção atingindo novos recordes, hospitais quase excedendo a capacidade e economias lutando para reabrir”.

A vacina está sendo testada no Brasil, juntamente com as imunizações da AstraZeneca da Universidade de Oxford (Reino Unido), da Johnson & Johnson (EUA) e da Sinovac Biotech (China). Apesar dos avanços, a questão em torno de quanto tempo a vacina vai promover proteção ainda permanece. Mas esses dados promovem otimismo sobre a possível eficácias das outras vacinas contra a COVID-19 em desenvolvimento.

Possível uso emergencial nos EUA

Segundo a Pfizer e a BioNTech, ainda não há nenhuma preocupação considerável com a segurança dos processos. As empresas ambicionam conseguir autorização para uso emergencial nos EUA ainda em novembro deste ano, para as pessoas entre 16 e 85 anos.

Para esse fim, é preciso coletar dados de segurança de um período de dois meses a respeito de metades dos 44 mil participantes da pesquisa. A expectativa é de que os dados estejam prontos até o final de novembro.

Dados da pesquisa sobre a vacina contra a COVID-19

Para os fins da pesquisa, a Pfizer fez análise de dados depois que 94 participantes terem adoecido entre os 43.538 participantes distribuídos entre Estados Unidos, Brasil e outros 4 países.

Em seguida, a empresa examinou os voluntários que tomaram a vacina experimental e os que tomaram o placebo (substância inativa), mas não precisou a quantidade de pessoas que adoeceram que receberam a vacina contra a COVID-19 ou a substância inativa.

De qualquer forma, esses dados representam o percentual de 90% de eficácia, ou seja, 8 das 94 pessoas que adoeceram receberam a vacina contra a COVID-19 (duas injeções com intervalo de três semanas). Do total de participantes, 38.955 já tinham recebido a segunda dose da vacina até o dia 8 de novembro.

A Pfizer vai continuar as análises até que existam 164 casos de infecção entre os voluntários vacinados para que seja confirmada a taxa de eficácia da vacina contra a COVID-19. A expectativa do presidente da Pfizer é que esses processos aconteçam até dezembro, por conta da demanda gerada pelas das altas taxas de infecção do coronavírus nos Estados Unidos.

De acordo com a empresa, assim que todas as etapas forem cumpridas e todos os resultados conclusivos estiverem disponíveis, os dados serão repassados para revisão de outros cientistas. Essa etapa é fundamental para que sejam publicados em revista científica.

Processo de produção de uma vacina

LEIA TAMBÉM

Moderna planeja, hoje, solicitar autorização para uso da vacina

Nesta segunda-feira (30/11), a farmacêutica americana, Moderna, irá solicitar autorização para o uso da vacina contra o novo coronavírus nos Estados Unidos e na Europa. O pedido será feito em caráter emergencial, ou…

400 mil militares russos irão ser vacinados contra COVID-19

Ontem, sexta-feira dia 27 de novembro de 2020, a Rússia começou a vacinação contra a COVID-19 no país. Os militares russos foram os primeiros a receber doses da Sputnik V, a vacina russa contra a doença causada pelo novo…

OMS alerta para riscos do sedentarismo causado pela COVID-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada com o sedentarismo da população global por conta do sedentarismo causado pela pandemia de COVID-19. Segundo a entidade, um em cada quatro pessoas adultas e quatro em…

Bombeiros fazem surpresa para garotinho em tratamento de câncer

Os bombeiros da Virgínia, nos Estados Unidos, resolveram fazer uma surpresa para um garotinho que está em tratamento de câncer. Nolan Turner, de apenas 4 anos, é totalmente apaixonado pelo Capitão América e pelo Corpo de…

Cachorra que joga damas, xadrez e Jenga é a coisa mais fofa que você verá hoje

Que os animais são seres especiais, isso muita gente já sabe! Mas depois de conhecer a Anya, uma cachorra que joga jogos de tabuleiro com seus donos, suas expectativas serão superadas!O cão da raça Pastor Alemão joga…

Estudante desenvolve protótipo para possibilitar acesso a computador por tetraplégicos

O estudante baiano Álvaro Vasques, de 18 anos, está desenvolvendo um protótipo capaz de possibilitar o acesso ao computador por pessoas tetraplégicas. O projeto foi orientado pelos professores Leandro Teixeira e Gustavo…

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais