Tudo Bahia
Portal de Notícias

Como ter acesso online ao certificado de vacinação contra COVID-19

O Certificado Nacional de Vacinação específico para COVID-19 é um importante documento, sobretudo, para quem pretende viajar para outros países. A exigência é quase unânime em todas as viagens internacionais. A novidade é que será possível obter essa certificação online.

Para quem já tomou duas doses da vacina imunizante, é possível ter acesso a certificação acessando o site do Ministério da Saúde ou aplicativo do sistema denominado de Conect SUS. O processo é rápido e muito intuitivo, sem muita burocracia.

Uma informação necessária é que o comprovante não é um documento internacional, podendo, portanto, ser avaliado como válido de acordo com o país. Antes de empreender uma viagem internacional é sempre bom consultar a política do país sobre recepção a turistas.

Certificado de Vacinação contra a COVID-19

Pelo site do Ministério da Saúde, basta acessar Conect SUS. Haverá três grandes quadros que apontam para as páginas “Cidadão”, “Profissionais de Saúde” e “Gestão”. Clique em “Cidadão” e, em seguida, em “Vacinas”. Você será redirecionado para uma página em que será pedido o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Caso tenha senha, informe e, em seguida, você terá acesso ao seu histórico de registros das vacinas. Através dos bancos credenciados, também é possível realizar o login.

Através do aplicativo “Conect SUS” é o mesmo processo. Diferencial é que você já redirecionado diretamente para página de login. Não apenas os serviços relacionados a vacinas imunizantes estarão disponíveis, mas agendamentos, consultas e muitos outros poderão ser realizados na página.

Países e Vacinas aceitas

Dois países já manifestaram a abertura das fronteiras para turistas brasileiros, são eles: França e Suíça.

Outros países também poderão receber pessoas que foram vacinadas com alguma das vacinas que integram a Aliança Covax da Organização Mundial de Saúde, sendo elas: Janssen, da Johnson & Johnson; Covishield, da AstraZeneca; Coronavac, da Sinovac; e as vacinas da Moderna e da Sinopharm.

Caso conste alguma dessas vacinas em seu certificado, a aprovação da entrada nos respectivos países será mais fácil.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais