Tudo Bahia
Portal de Notícias

5 alimentos que podem reduzir o desconforto causado pela azia

Confira alguns alimentos que evitam a queimação e equilibram a acidez estomacal.

Aquela sensação desconfortável de queimação na região do peito ou na parte de cima do estômago, na maioria das vezes, é causada por comer além do que seu organismo está acostumado a digerir ou por refeições ricas em gorduras.

Entretanto, quando essa azia se repete e atrapalha seu dia a dia, é necessário procurar as causas com o auxílio de um profissional capacitado. Nos casos mais comuns, mudanças nos hábitos alimentares podem resolver esse desconforto.

Para te ajudar nesta missão de zelar por um cotidiano mais saudável, separamos 5 alimentos que podem reduzir os incômodos da azia.

1. Cenoura

O legume tem propriedades anti-inflamatórias, o que combate dores de cabeça, no corpo e estômago, dessa forma, a cenoura tem potencial para alivia os sintomas da azia.

Além disso, o alimento reforça nosso sistema imunológico, através do estímulo à produção de células brancas.

2. Aveia

Um hábito que pode te ajudar a combater a azia é consumir uma porção de aveia pela manhã, isso porque, o cereal não agride o estômago e ainda prolonga a sensação de saciedade.

Outra dica é misturar aveia com algum outro alimento saudável, como a banana.

3. Maçã

Por falar em frutas, muitas delas são aliadas no combate à queimação. A maçã, por exemplo, ajuda a equilibrar a acidez estomacal, pois é rica em fibras.

Além disso, a fruta possui ação cicatrizante, o que é ótimo para regularizar os líquidos estomacais.

4. Couve

Outro alimento que ajuda a combater os distúrbios do estômago é a couve. O vegetal, rico em fibras, pode promover o alívio da azia, para isso, a recomendação é que seja ingerido cru.

5. Pão integral

Por fim, se você sofre com queimação no estômago, é bom dar preferência aos alimentos integrais, como o pão integral e o arroz integral.

Os alimentos com essa composição ajudam a manter os níveis de ácido clorídrico equilibrados, assim, evitam a azia.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais