Tudo Bahia
Portal de Notícias

Terceira edição do Terra Madre Brasil será sediada na Bahia

Entre os dias 17 a 22 de novembro de 2020 vai acontecer a 3ª edição do Terra Madre Brasil (TMB). Esse ano em formato online, o maior evento da gastronomia mundial será uma correalização do Governo da Bahia com a Associação Slow Food do Brasil.

Por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) da Bahia, empresa pública associada da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o evento vai oferecer programação diversa com workshops, diálogos, rodas de conversa e shows. O objetivo do 3º TMB é criar um ambiente de compartilhamento e discussão da cultura alimentar do Brasil.

Quem explica a relevância do evento acontecer em Salvado (BA) é o coordenador de Inteligência de Mercado do projeto Bahia Produtiva, Guilherme Souza: “essa nova relação entre quem consome e quem produz encontrou na Bahia um ambiente próspero a partir de políticas públicas que valorizam a agricultura familiar, personagem central pelo lado da oferta nesta relação”

Segundo Guilherme Souza, “Salvador é a cidade no Estado que concentra o maior número de consumidores e que, a partir do evento, e no seu legado, pode se transformar em um local onde esse conceito possa se tornar um ativo, um valor. Então, para a cidade são fundamentais eventos dessa natureza, que produzam legados para além dos dias de atividades”.

Terra Madre Brasil 2020

O Terra Madre é um encontro internacional gastronômico que acontece em Torino (Itália) a cada dois anos desde 2004. O evento se junta com a rede do Movimento Slow Food com o propósito de criar, divulgar e trocar conhecimentos sobre qualidade e diversidade alimentar em todas as partes do mundo.

Essa edição do Terra Madre Brasil 2020 será totalmente aberta ao público e acessível por meio das plataformas do YouTube, Facebook e o site oficial do evento. E contará com participações especiais da ativista Bela Gil, do presidente da Associação Slow Food do Brasil, Georges Schnyder; o fundador do movimento Slow Food, Carlo Petrini e a ativista e jornalista Soledad Barruti (Argentina).

O TMB 2020 terá três eixos que vão orientar toda a programação: Cultura Alimentar e Biodiversidade, Educação Alimentar, Segurança Alimentar e Nutricional e Alimentação Escolar e Incidência Política e Mobilização da Sociedade Civil.

E por coincidir com o Dia da Consciência Negra (20 de novembro), o Terra Madre deste ano vai ter uma programação dedicada às questões raciais e à comida de terreiro.

Além da programação artístico-cultural, o evento vai contar com conteúdos voltados a Agricultura Familiar e uma instalação que pretende criar formas de reproduzir o universo da mandioca e da produção de farinhas.

Movimento Slow Food

Fundado por Carlo Petrini, na Itália, o Slow Food se tornou uma associação internacional em 1989. O movimento de baseia na resistência contra a padronização alimentar, por meio de informar e engajar os consumidores ao redor do mundo.

Atualmente, o movimento é uma rede mundial de ativistas em mais de 160 países. Por meio de projeto e campanhas , como o Terra Madre Brasil, o Slow Food pretende promover educação alimentar e do gosto, ecogastronomia e facilitar o encurtamento das cadeias de consumo, aproximando produtores e co-produtores (consumidores).

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais