Tudo Bahia
Portal de Notícias

Testes da vacina de COVID-19 em Salvador serão feitos em voluntários

Em entrevista à TV Bahia, o médico infectologista Carlos Brites disse que o Hospital das Clínicas em Salvador fará testes da vacina de COVID-19 em novos voluntários. A nova fase deve começar já nesta quinta-feira, 5 de novembro de 2020.

A vacina estudada em Salvador faz parte de um conglomerado das empresas Johnson & Johnson que já está na fase 3. O médico da Universidade Federal da Bahia (UFBA) explicou que a pesquisa havia sido suspensa, mas os testes irão retornar no mês de novembro. O desenvolvimento é parte de uma parceria entre os EUA e a Bélgica.

Segundo Carlos Brites: “Os estudos para a nova vacina contra o coronavírus de fase 3, que estavam interrompidos temporariamente para avaliação de tempo adverso, foram autorizadas a terem suas atividades retomadas. A retomada foi nos Estados Unidos, na semana passada, e esta semana, a autorização das autoridades regulatórias foi concedida para que o estudo voltasse a ser implementado no Brasil”.

Testes da vacina de COVID-19 na Bahia

Além disso, o infectologista baiano explicou como os estudos serão feitos em Salvador. “Aqui em Salvador, nós deveremos iniciar o estudo, a inclusão de participantes, a partir da quinta-feira, 5 de novembro. Aqueles que já encaminharam seus dados deverão ser avisados para que providencie uma data de agendamento, e os demais interessados em participar podem enviar informações e demonstrarem interesse”, disse.

Na capital baiana, a vacina irá ser aplicada no Hospital Universitário Professor Edgard Santos, parte da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Como a vacina já está na terceira fase de testes, ela já pode ser aplicada em seres humanos. Mais seis estados brasileiros – totalizando sete com a Bahia – estão iniciando os testes da vacina de COVID-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson.

Além da vacina estadunidense e belga, a Bahia também irá participar dos protocolos de testes de três outras vacinas: A vacina Russa, Sputnik V, a vacina britânica desenvolvida em Oxford – que será aplicada em voluntários baianos no Hospital São Rafael – e a vacina que está sendo desenvolvida com uma biotecnologia alemã por uma empresa norte-americana, a Pfizer.

Outras vacinas também estão na “corrida” mundial para serem desenvolvidas, uma das mais famosas e polêmicas é a vacina chinesa chamada de Coronavac. Desenvolvida pelo laboratótio chinês Sinovac, a pesquisa tem uma parceria com o Instituto Butantan, que fica em São Paulo.

Quem quiser se voluntariar para os testes da vacina de COVID-19, que começam amanhã, deve entrar em contato com os responsáveis pelo e-mail: pesquisafbai@gmail.com. O grupo irá entrar em contato com os interessados.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais