Tudo Bahia
Portal de Notícias

Construção da Ponte Salvador-Itaparica pode gerar oito mil novos empregos

Além do mais, a Ponte Salvador-Itaparica deverá ter investimento de R$ 5,4 bilhões e aporte estatal de R$ 1,5 bilhão. Saiba os detalhes sobre a construção do equipamento.

Na última quinta-feira (12/11), o consórcio vencedor da licitação assinou o contrato para a construção da Ponte Salvador-Itaparica. As empresas China Communications Construction Company, CCCC South America Regional Company e China Railway 20 Bureau Group Corporation terão cinco anos para executar todo o planejamento programado.

Com 12,4 quilômetros de extensão, a Ponte Salvador-Itaparica deverá ter investimento de R$ 5,4 bilhões, além de aporte estatal de R$ 1,5 bilhão. O secretário do Turismo, Fausto Franco, destacou que o equipamento beneficiará as atividades turísticas na Bahia e no estado como um todo.

“A ponte vai revolucionar a história da economia do estado. Será um divisor de águas literalmente, atravessando a Baía de Todos-os-Santos e encurtando a distância do Oeste, do Baixo-Sul e do Sul do Estado para a capital”, afirmou durante cerimônia realizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

De acordo com ele, a construção da ponte deverá promover uma maior conectividade com a capital da Bahia. “Diariamente, eu tenho conversado com empresários do mundo inteiro, e agora, com a perspectiva real da ponte, eles já têm terrenos comprados, outros estão em busca de terrenos para investir. Isso vai gerar emprego, renda e é o que a gente precisa, já que temos esse potencial imenso”, disse.

Ponte Salvador-Itaparica deverá criar vetor de desenvolvimento transversal

Quando finalizada, a Ponte Salvador-Itaparica será o maior equipamento sobre lâmina d’água da América Latina. O projeto contará com duas pistas, além de um trecho atirantado de 860 metros. A previsão é de que sejam gerados cerca de 8.000 novos empregos ao longo da construção da ponte.

Segundo o secretário de Infraestrutura do Estado, Marcus Cavalcanti, um novo eixo de desenvolvimento será conquistado com a construção da Ponte Salvador-Itaparica. “Hoje, Salvador tem duas saídas, uma pela Linha Verde e outra pela BR-324. Temos do outro lado, na Ilha, mais de uma centena de municípios que ficarão mais próximos e integrados à capital. Essa ponte é mais do que uma obra de ligação, é um vetor de integração e desenvolvimento para toda a Bahia”, argumentou.

Vários setores poderão ser beneficiados com a construção da Ponte Salvador-Itaparica. Ambulâncias vão chegar mais rápido aos hospitais, empresários deverão investir na ilha e no Baixo-Sul, e a segurança pública será aperfeiçoada. Pelos próximos 30 anos subsequentes à finalização da obra, o consórcio chinês ficará responsável pela manutenção e administração do equipamento.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais