Tudo Bahia
Portal de Notícias

Municípios da Bahia querem voltar às aulas presenciais apenas em 2022

A União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) Seccional Bahia fez um levantamento e contou 132 municípios do estado que querem retornar às aulas presenciais só em 2022. De acordo com os organizadores, das 417 cidades baianas existentes, 415 foram contempladas pela pesquisa, que perguntava em que mês as atividades poderiam voltar a acontecer dentro das escolas.

Os outros 283 municípios informaram que pretendem sair do sistema remoto ainda em 2021. Desses, 58 querem as aulas presenciais em agosto e apenas 10 ainda em julho. Os demais querem o retorno nos seguintes meses:

  • Setembro: 110 cidades;
  • Outubro: 87 cidades;
  • Novembro: 14 cidades;
  • Dezembro: quatro cidades.

Aulas presenciais na rede estadual de ensino da Bahia já começaram

O governo estadual da Bahia publicou matéria informando sobre o retorno das aulas presenciais nesta segunda-feira (26/07) para estudantes de ensino médio da Rede Estadual de Ensino. As atividades escolares tiveram início, de forma remota, no dia 15 de março de 2021. Agora, a comunidade escolar que precisou estudar em casa desde março de 2021 está de volta às salas de aula.

Segundo o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, são 780 mil estudantes da Bahia voltando às aulas presenciais no segundo semestre de 2021. “Nós já temos os indicadores que nos levaram a essa decisão, de índice de infecção, de unidades hospitalares e UTIs com disponibilidade. Um ano e meio sem atividades, não dá para a gente continuar com a perda e com o prejuízo para e educação e para a formação cidadã”, disse, pontuando que está confiante.

Já no caso de estudantes do ensino fundamental, o calendário de aulas presenciais está previsto para ter início no dia 09 de agosto de 2021. De acordo com o governo, foram gastos R$ 305 milhões para requalificar e adaptar as escolas públicas para essa volta. Entre as mudanças, está a adequação dos espaços para distanciamento social e a disponibilização de álcool em gel para todos.

De acordo com Rodrigues, para o retorno das aulas presenciais na Bahia “é importante que os pais, as mães e que os responsáveis possam ir numa escola ver o nível de segurança protocolar para que realmente a gente possa garantir uma segurança da saúde dos professores, dos servidores e dos estudantes”.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais