Tudo Bahia
Portal de Notícias

COVID-19: como fazer a higienização de roupas e sapatos

Cuidados com a higiene pessoal são fundamentais para o combate ao coronavírus (COVID-19).

Desde que o isolamento social foi recomendado como medida de evitar a disseminação da COVID-19, a rotina dos brasileiros sofreu muitas alterações. Muitas pessoas passaram a trabalhar de casa, outras tiveram de ficar afastadas do trabalho por tempo indeterminado.

Algumas noções de higiene, necessárias para combate ao novo coronavírus, também ficaram cada vez mais consciente em todos os brasileiros: higienização das mãos ao longo do dia, uso de álcool em gel, evitar aglomerações, cuidado ao tossir e espirrar dentre outros.

Com isso, algumas recomendações quanto aos cuidados e higienização de roupas e calçados também são amplamente divulgadas nas redes sociais. Mas, como realizar essa tarefa de forma eficaz?

COVID-19: higienização de roupas e calçados

O ideal é que, ao chegar em casa, o calçado seja logo retirado, assim como as roupas. Depois disso, devem ser separados e lavados de forma imediata, não misturando com itens usados em casa.

Além disso, é necessário higienizar as mãos logo na chegada da rua e se recomenda um banho para limpeza completa. Dessa forma, é possível que eventuais secreções que estejam no corpo sejam eliminadas.

Acessórios

Alguns acessórios usados em nosso cotidiano podem passar despercebidos na hora da higienização, mas vamos ficar atentos:

  • Não utilize bijuterias, anéis, colares e relógios, esses acessórios são difíceis para realizar higienização a todo o momento e entram em contato direto com a pele, por isso, melhor evitar;
  • Tenha uma caixa na entrada da casa para guardar objetos essenciais como bolsas, carteiras e pegue só guardo sair para rua;
  • Cuidado com o celular, é importante fazer higienização com com álcool 70%;
  • Óculos devem ser higienizados com água e sabão ou álcool 70%.

Quanto tempo a COVID-19 dura em roupas e objetos?

A transmissão do coronavírus acontece por meio de gotículas respiratórias, quando uma pessoa espirra ou tosse. Por isso, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças observaram que as evidências são de que a COVID-19 pode permanecer viável por horas a dias em superfícies feitas de uma variedade de materiais, incluindo roupas.

Por isso, é preciso estar atento a objetos e roupas utilizadas durante saídas de casa, elas podem conter gotículas respiratórias. Essas partículas podem secar com o tempo e inativar o vírus. Mas isso não significa que isso aconteça rapidamente, os cientistas ainda estão aprendendo cada vez mais sobre a COVID-19.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais