Tudo Bahia
Portal de Notícias

PF apreendeu dinheiro em cueca de vice-líder do governo Bolsonaro

PF apreendeu dinheiro em operação Desvid-19. O senador Chico Rodrigues, vice-líder do governo Bolsonaro, foi flagrado com dinheiro na cueca.

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (14) a operação Desvid-19, para investigar desvios na aplicação de recursos que deveriam ser destinados ao combate à pandemia do novo coronavírus. Na operação, a PF apreendeu dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo Bolsonaro no Senado.

Os agentes cumpriam mandado de busca e apreensão contra o senador em sua residência em Roraima, nesta quarta-feira (14), e encontraram as notas de dinheiro que totalizaram cerca de R$ 30 mil escondidas nas partes íntimas do corpo do parlamentar. De acordo com a Polícia Federal, parte das notas encontradas estariam dentro do seu ânus e entre suas nádegas. A PF registrou em fotos e vídeos o momento desta apreensão. Além disso, foram encontrados mais R$ 10 mil em espécie no imóvel do senador.

Atualmente, o senador emprega em seu gabinete Leonardo Rodrigues de Jesus (Léo Índio), que é primo dos três filhos mais velhos do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio (Republicanos-RJ), o deputado federal Eduardo (PSL-SP) e o vereador do Rio Carlos (Republicanos-RJ).

Operação Desvid-19: PF apreendeu dinheiro com senador

A operação Desvid-19 foi deflagrada, com autorização do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, com objetivo de investigar possíveis desvios de recursos, fruto de emendas parlamentares à Secretaria de Saúde Estadual de Roraima, que deveriam ser empregados no combate à pandemia. A assessoria do senador Chico Rodrigues confirmou que houve buscas na casa dele, mas afirmou desconhecer a apreensão de dinheiro.

O senador Chico Rodrigues é aliado do governo Bolsonaro, sendo o vice-líder no senado. Ao todo, os valores descobertos na casa do senador chegariam a R$ 100 mil, mas a investigação trabalha com suspeitas de sobrepreço de quase R$ 1 milhão.

Segundo as informações oficiais da PF, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão durante a operação, em Boa Vista, que busca a “desarticulação de possível esquema criminoso voltado ao desvio de recursos públicos, oriundos de emendas parlamentares”.

A operação foi realizada no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro afirmou que daria uma “voadora no pescoço” de quem se envolver em corrupção. A expressão foi usada pelo presidente, uma semana depois de sua afirmação que a Lava Jato havia acabado, pois não há casos de irregularidades em sua gestão.

Bolsonaro diz que senador não faz parte do seu governo!

Com o novo escândalo, o senador Rodrigues deve deixar o cargo de vice-líder do governo. A expectativa é de que o próprio parlamentar entregue o cargo.

Na manhã desta quinta-feira (15), em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente Bolsonaro afirmou que o senador não faz parte de sua administração, apesar de ser vice-líder do governo no Senado.

Aos apoiadores, Bolsonaro afirmou que  “vocês estão há quase dois anos sem ouvir falar em corrupção no meu governo”. Além disso, ele disse também que “O meu governo são os ministros, as estatais e bancos oficiais”.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais