Tudo Bahia
Portal de Notícias

Saiba como ver chuva de meteoros Orionídeas no dia 21 de outubro

Na madrugada desta quarta-feira (21/10), a chuva de meteoros Orionídeas estará visível para quem mora no Brasil. O espetáculo poderá ser visto por milhões de pessoas no país e em outros lugares da América do Sul.

O fenômeno começou no dia 02 de outubro e deve terminar em 07 de novembro. Porém, o pico, momento mais esperado, ocorrerá justamente no dia 21 de outubro. A chuva é considerada como de média intensidade e tem como origem os resíduos de um outro famoso fenômeno: o cometa Halley.

O cometa Halley é um corpo celeste que de tempos em tempos se aproxima da Terra provocando um belo espetáculo. A última aparição foi em 1986 e sua volta está prevista para 2061. O que estará visível agora serão os rastros deixados pelo cometa, que entrarão na atmosfera do nosso planeta como meteoros.

Estes pequenos pedaços podem ter o tamanho de uma mão ou um grão de areia e viajam a cerca de 238 mil km/h. Seu contato com a atmosfera é que provoca o fenômeno luminoso. O nome Orinídeas vem de Órion, constelação de estrelas na qual se deve olhar para observar a chuva.

Como ver a chuva de meteoros Orionídeas?

Para poder ver a chuva de meteoros Orionídeas, é preciso que a pessoa tenha disposição para ficar acordada até tarde, na madrugada do dia 20 para o dia 21 de outubro. Durante algumas horas, será possível ver o espetáculo natural.

A chuva de meteoros estará visível na direção leste a partir das 23 horas, mas, como informado, o pico só ocorrerá mais tarde. Quanto mais escuro e sem nuvens o céu estiver, melhor será. Não é preciso utilizar binóculos ou telescópios para poder apreciar o fenômeno. Tudo ocorrerá a olho nu.

Também é válido lembrar que o céu precisa estar limpo. Ou seja, além de se preocupar com nuvens e com a claridade, é necessário estar em um lugar um pouco mais afastado, sem a poluição comum dos grandes centros urbanos.

Alguns aplicativos como o Google Sky Map, Star Chart e Stellarium possuem a opção de te ajudar a localizar a chuva de meteoros e trazem mais informações para quem gosta do assunto.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais