Tudo Bahia
Portal de Notícias

Dia dos pais: Procon divulga dicas de segurança para compras online

Uma dica importante na hora de fazer compras para o Dia dos Pais é avaliar o site, ver se é seguro e se é tradicionalmente conhecido. Confira.

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon, divulgou através de sua jurisdição da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, algumas dicas para evitar golpes ou problemas nas compras no e-commerce, ou seja, pela internet. Essas recomendações são valiosas para a semana que antecede o Dia dos Pais.

Com a chegada do Dia dos Pais, ocorre um aumento significativo na busca por produtos na internet e, por isso, as pessoas precisam estar mais atentas na hora de realizar suas compras. Entre muitas dicas, o Procon busca explicar o processo de compra no Dia dos Pais, além de processos de troca.

Uma das primeiras dicas do Procon é preparar o consumidor a fazer sua escolha de produtos que sejam bem situados ao seu orçamento. Desse modo, fortalece a ideia de que um bom produto não significa que seja o mais caro. O coordenador do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Marcelo Barbosa, reforça que o consumidor precisa realizar suas compras tal qual de forma física, pechinchando.

Compras no Dia dos Pais: confira dicas

Outra dica importante na hora de fazer compras para o Dia dos Pais é avaliar o site, ver se é seguro e se é tradicionalmente conhecido. O Procon da ALMG não recomenda o clique em links por meio de redes sociais. A busca digitando diretamente pelo endereço do site é uma das dicas fundamentais para evitar sites enganosos e que, muitas vezes, não disponibiliza produtos.

Assim, acabam não enviando a encomenda. Golpes de sites falsos são cada vez mais recorrentes na internet. Sites com preços muito abaixo do valor de mercado são um alerta de possível golpe. Por isso, é importante avaliar bem a página que o consumidor se propõe a fazer compras para o Dia dos Pais.

Uma das dicas de avaliação do site é observar se ele apresenta CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

Consulta a sites de reclamação

Outra dica importante é visitar sites em que consumidores podem realizar reclamações por produtos e serviços não entregues ou, ainda, com problemas não resolvidos. Um desses sites, mais conhecido, é o “Reclame Aqui” e no site do consumidor.

De igual modo, é importante checar a reputação do vendedor, sobretudo em compras em plataformas, como Mercado Livre.

Processo de trocas de mercadorias

O Código de Defesa do Consumidor prevê que as lojas são obrigadas a promover a troca de produtos, caso apresentem defeitos ou não sejam o que foi anunciado.

Muitos sites dificultam as informações sobre o processo de troca de produtos. É sempre bom que o cliente também avalie esse procedimento por parte da empresa.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais