Tudo Bahia
Portal de Notícias

Inscrições do Enem são reabertas para determinados participantes; entenda

A decisão partiu do Supremo Tribunal Federal (STF) e, dessa forma, garantirá o acesso ao Enem para cerca de três milhões de estudantes.

A partir das 10h desta terça-feira (14/09), estarão reabertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, para um grupo específico. Essa data é exclusiva para quem se inscreveu e teve a isenção em 2020, mas faltaram às provas da edição. O novo prazo ficará vigente até o dia 26 de setembro. Os cadastros podem ser feitos pela Página do Participante, no site do Inep.

A decisão partiu do Supremo Tribunal Federal (STF) e, dessa forma, garantirá o acesso ao Enem para cerca de três milhões de estudantes. Esses alunos que conseguiram a gratuidade e não pagaram a taxa de inscrição, por sua vez, deixaram de comparecer por conta da crise sanitária imposta pela COVID-19. Eles terão a isenção garantida para a nova edição do Enem.

Data prevista para realização das provas

Para esse público, a data prevista para que as provas sejam aplicadas será 9 e 16 de janeiro de 2022. A data coincidirá com a aplicação para pessoas privadas de liberdade (detentos) e aos jovens que cumprem medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade.

Para os demais que tiveram as inscrições confirmadas, o cronograma de provas permanece o mesmo: dias 21 e 28 de novembro de 2021. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vê a decisão de forma positiva para que ocorra a inclusão de todos no exame.

O Enem é primordial para garantir acesso ao ensino superior e projeta os estudantes através de programas como Sistema de Educação Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e, também, para o programa de financiamento estudantil (Fies).

Baixa no Enem

A edição 2021 do Enem foi a que teve menos participações desde 2009, sendo que apenas 3.109.762 tiveram inscrições confirmadas. O índice de abstenção do exame foi considerável em 2020, o que corresponde, segundo dados do Inep, a 55,3%.

Outro dado preocupante é em relação à inclusão e diversidade do Enem. Em levantamento feito pelo Semesp (que atua através da representação das mantenedoras do ensino superior no país), o índice de inscrições de candidatos pretos caiu 54,8% e dos indígenas 35,7%.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais