Tudo Bahia
Portal de Notícias

Caixa quer reduzir juros para financiamento da casa própria; entenda

Caso se confirme a redução dos juros, a procura pelo financiamento da casa própria poderá aumentar significativamente. Saiba mais.

Na última segunda-feira (13/09), o presidente da Caixa Econômica Federal deu uma boa notícia para quem pretende fazer o financiamento da casa própria. O pronunciamento ocorreu durante o lançamento do programa Habite Seguro, que é voltado para o financiamento de habitação para profissionais de Segurança Pública.

De acordo com o que foi adiantado por Guimarães, haverá uma redução nos juros para os financiamentos habitacionais. A informação foi recebida com entusiasmo pelo mercado imobiliário, que atrai todo um conjunto de negócios. O presidente do banco justificou a redução nos juros devido aos bons resultados obtidos pela Caixa Econômica Federal.

Conforme foi relatado, ao longo dos últimos 10 anos, esta foi a primeira vez que a Caixa apresentou resultados do FGTS sem ressalvas. Pedro Guimarães não passou mais detalhes, porém prometeu que, na próxima quinta-feira (16), haverá o anúncio com outras informações. Ainda não foi repassado, por exemplo, quanto será o valor a ser reduzido no crédito imobiliário.

A informação confronta a estimativa do Banco Central no aumento da taxa Selic, sendo a sétima deste ano. Até dezembro, a estimativa é de 8%. O aumento dos juros previstos pelo BC busca provocar a redução da inflação que está em larga escalada. A decisão da Caixa anda na contramão da previsão da taxa Selic. Após o anúncio, o BC não se manifestou sobre a decisão.

A Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) atua como uma espécie de mercado em que os títulos do Tesouro Nacional podem ser negociados diariamente. O valor da taxa básica de juros é decidido pelo Banco Central a partir da parecer conjunto do COPOM (Comitê de Política Monetária) que faz parte da instituição.

Caso se confirme a redução dos juros para o financiamento imobiliário da Caixa, mesmo indo contra a previsão da Selic, a procura poderá aumentar significativamente nos próximos meses. Outra informação passada por Guimarães foi em relação à aprovação por parte do Conselho Curador do FGTS das novas regras. Elas devem facilitar o financiamento de imóveis para as famílias de baixa renda.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais