Tudo Bahia
Portal de Notícias

Novo ensino médio começará no ano que vem; entenda o que vai mudar

O novo ensino médio vai permitir que cada estudante estruture sua grade curricular, decidindo em quais áreas vai aprofundar. Confira.

A partir do ano que vem, as escolas públicas e privadas no Brasil começarão a implementar as mudanças para o novo ensino médio. A reforma vai começar deste o 1º ano dessa etapa de ensino.
A forma como as alterações serão sentidas em cada região do país vão depender do nível econômico dos estados, da organização das redes e disponibilidade de recursos.

Uma das primeiras mudanças visíveis é o tempo de permanência nas escolas. O novo ensino médio vai aumentar a carga horária de 4 para 5 horas diárias e continuar crescendo de forma progressiva, para que haja mais colégios em tempo integral (com 7 horas diárias).

Grade curricular do novo ensino médio

Até agora, a grade curricular das escolas era dividida em disciplinas individuais, como propõe a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Com a reforma, os conteúdos passarão a ser divididos em áreas do conhecimento, como é feito no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem):

  • Linguagens e suas tecnologias;
  • Matemática e suas tecnologias;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias;
  • Ciências humanas e sociais aplicadas.

Vale lembrar que nenhuma disciplina será excluída do currículo atual. O que muda efetivamente é que os conteúdos precisarão dialogar entre si, para melhorar o entendimento e sua aplicação na vida real.

Autonomia para os estudantes: itinerário formativo

O novo ensino médio vai permitir que cada estudante estruture sua grade curricular, decidindo em quais áreas vai aprofundar. A ideia é que sejam três anos de estudo baseados no seguinte tripé: conhecimentos básicos de cada disciplina, conteúdos focados nos objetivos pessoais e formação técnica e profissional.

Apenas as disciplinas Língua Portuguesa e Matemática vão ser impreterivelmente obrigatórias nos três anos de ensino médio. Os itinerários informativos, que são as áreas optativas a serem escolhidas pelo aluno, de acordo com a oferta das instituições, pretendem ajudar o aluno a concluir o ensino médio com uma formação suficiente que facilite sua inserção no mercado.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais