Tudo Bahia
Portal de Notícias

Novo ensino médio entra em vigor a partir de 2022; veja o que mudará

Importante ressaltar que, nessa mudança, apenas as disciplinas de português e matemática serão obrigatórias nos três anos do ensino médio.

Em 2022, entrará em vigor o novo ensino médio no Brasil. As mudanças serão implementadas tanto nas escolas públicas quanto nas privadas. As mudanças estão estabelecidas na Lei nº 13.415 de 2017. Ela define as alterações nas diretrizes e bases da educação nacional.

O foco do novo ensino médio será na formação voltada para conteúdos mais técnicos. Os conteúdos teóricos serão menores. A ideia é garantir uma orientação profissional/acadêmica.

Novo ensino médio

Entre as novidades, podemos destacar o aumento da carga horária que deixa de ser de 4 horas e passa a ser 5 horas diárias. O objetivo é de aumentar a permanência do aluno na escola, sendo de 800 para mil horas por ano.

A lei ainda estabelece que esse aumento na carga horária deverá ser ampliado de forma progressiva, passando a ter no ensino médio uma carga diária de até sete horas de aulas.

Mudança curricular

Antes da lei, a grade curricular com os componentes de ensino nas escolas era dividida em disciplinas. No novo ensino médio, os novos componentes curriculares serão divididos em áreas de conhecimento, conforme as diretrizes do Conselho Nacional de Educação.

Conforme a lei, são as seguintes áreas de conhecimento:

  • Matemática e suas tecnologias;
  • Linguagens e suas tecnologias;
  • Ciências humanas e sociais aplicadas;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias.

Essa tipo de divisão curricular por áreas já vem sendo cobrada nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Importante ressaltar que, nessa mudança, apenas as disciplinas de português e matemática serão obrigatórias nos três anos do ensino médio. Sendo assegurada, por lei, às comunidades indígenas a utilização das línguas maternas.

Estudante decidirão sobre grade curricular

A lei também estabeleceu autonomia para que os alunos possam decidir como vão querer montar a estrutura da sua grade curricular, sendo de escolha do estudante as áreas que terão mais aprofundamento durante os três anos no ensino médio.

Os componentes curriculares do novo ensino médio devem levar em consideração a formação integral do estudante. Adotando, assim, um projeto que pretende garantir a sua formação nos aspectos físicos, cognitivos e socioemocionais.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais