Tudo Bahia
Portal de Notícias

Concurso da Polícia Rodoviária Federal terá 2 mil vagas

Os concurseiros já podem ficar atentos ao novo concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Confirmado pelo presidente Bolsonaro, é previsto que mais 2 mil vagas serão disponibilizadas para o novo edital, que poder ser publicado ainda neste ano. Na semana passada, Bolsonaro participou de uma cerimônia de entrega de equipamentos na sede da PRF no Rio de Janeiro e, durante discurso, confirmou a abertura do novo edital.

Segundo ele, foi o diretor-geral da PRF no Brasil, Eduardo Aggio, quem pediu a nova seleção. Para Bolsonaro, o novo concurso promoverá a entrada de “sangue novo” na Polícia Rodoviária, o que vai causar uma melhoria na segurança pública de todo o Brasil. Em agosto deste ano, ele já havia mencionado um novo certame para a PRF — na época Bolsonaro afirmou que seriam abertas 2.772 novas vagas. 

Novo concurso PRF

É esperado que o Ministério da Economia cumpra o que foi dito pelo presidente e libere as 2.772 vagas. 2.634 serão para as vagas de Policial Rodoviário Federal e 138 para Agente Administrativo. Os salários, conforme editais de concursos de anos anteriores, podem ser de R$ 4.022,77 e R$ 10.357,88. O concurso é um dos mais esperados do país, principalmente porque a PRF conta com um déficit de 3 mil funcionários em sua corporação. 

José Lopes Hott Júnior, diretor-executivo da PRF, afirmou que o novo edital será diferente dos anteriores em seus critérios de seleção. Mas Hott não divulgou quais seriam esses ajustes, só afirmou que eles estarão de acordo com os novos desafios que a Polícia Rodoviária Federal está enfrentando. 

O que cai na prova da PRF?

As provas anteriores do concurso PRF foram compostas pela banca Cespe/Cebraspe, conhecidos por serem muito rigorosos. Os candidatos ao concurso passaram por provas objetivas, escritas, teste de aptidão física, avaliação de saúde e psicológica, provas de títulos (graduação, mestrado e doutorado) e uma investigação social para saber se estão aptos a servirem a sociedade. 

A prova objetiva teve120 questões. As matérias são divididas em três blocos. No primeiro, os conhecimentos gerais são avaliados, com questões de língua portuguesa; raciocínio lógico-matemático; informática; noções físicas; ética no serviço público; geopolítica brasileira e história da PRF. No segundo bloco, os candidatos têm que responder questões de administração, constituição, direito penal e processual e direitos humanos e cidadania. 

O terceiro bloco é a prova discursiva, onde o candidato deve escrever uma redação de até 30 linhas a partir da leitura de textos-base. Quem passa na prova escrita é convocado para o Teste de Aptidão Física (TAF) e submetido uma série de exercícios como: flexão em barra fixa; impulsão horizontal; flexão abdominal e corrida de 12 minutos. Para saber mais, acesse o guia completo aqui.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais