Tudo Bahia
Portal de Notícias

Concursos PRF e PF: provas serão aplicadas em dias diferentes

De acordo com o diretor executivo da PRF não é possível que as duas provas aconteçam na mesma data.

Depois do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, no dia 24 de setembro, em apoio aos concursos a expectativa de que as provas poderiam ocorrer na mesma data eram grandes. Os processos do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão acelerados para que o edital saia ainda neste ano (2020), assim como o concurso da Polícia Federal (PF).

Mas segundo José Lopes Hott, diretor executivo da PRF isso não vai acontecer. “Como são dois concursos muito grandes, não me parece viável ser no mesmo dia, pois demandam estruturas para aplicação das provas. Fora isso, pode ser no mesmo mês, na mesma semana”, declarou Hott no sábado de 10 de outubro.

Uma vez que a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal são administrados pela mesma pasta, seria muito custoso a aplicação das duas provas no mesmo dia. Além disso, por serem dois concursos grandes e importantes, eles terão muitos candidatos. Desse modo, por uma questão de logística e demanda, seria difícil dispor de profissionais capacitados para a aplicação e supervisão das duas provas em nível nacional no mesmo dia.

Sobre os editais

Conforme o cronograma, o edital para o novo concurso da PF está em fase de finalização, com a previsão de ser divulgado ainda em 2020. Na época do pronunciamento do presidente Bolsonaro, a expectativa era de abrirem mais de duas mil vagas para serem preenchidas ano que vem (2021).

José Lopes Hott destacou a intenção do órgão de realizar novos concursos a cada dois anos.  “Estamos prontos para soltar (o edital) esse ano. Se a autorização sair ainda em outubro, o edital sair ainda esse ano. No mínimo 30 dias entre a autorização e a publicação do edital” confirmou o diretor executivo da PRF.

A respeito da data de realização das provas, Lopes anunciou uma previsão entre cinco e seis meses depois da publicação da autorização do concurso. Dessa forma, se o edital for autorizado oficialmente neste mês de outubro (2020), as provas possivelmente seriam aplicadas entre março e abril do ano que vem (2021).

Sobre as vagas

Foram solicitadas ao Ministério da Economia o total de 2.772 vagas, sendo 2.634 para carreira de policial rodoviário federal e 138 vagas para agente administrativo (ainda não confirmadas). Segundo Lopes o próximo curso pretende ter três turmas de formação superior, a primeira com início ainda em 2021 e mais duas em 2022.

Os requisitos para concorrer a uma vaga de policial rodoviário é possuir nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. O salário inicial do cargo é de R$ 10.357,88, incluso valor do auxílio-alimentação de R$ 458.

Para o cargo de gerente administrativo é exigido, apenas, ensino médio, com salário inicial de R$ 4.022,77, auxílio-alimentação incluso, com carga horária de 40 horas semanais.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais