Tudo Bahia
Portal de Notícias

Projeto quer reajuste anual do Bolsa Família e abono de Natal 

Deputados do PSOL enviaram proposta com objetivo de aumentar os ganhos dos beneficiários do Bolsa Família. 

Um Projeto de Lei (PL) que está tramitando na Câmara dos Deputados pode modificar a vida de milhões de brasileiros. O PL quer um reajuste anual do Bolsa Família de acordo com a inflação, utilizando o índice INPC ou o IPCA 

Além disso, é previsto um abono de Natal para ser pago no mês de dezembro. O abono seria um pagamento dobrado da parcela de dezembro, como se fosse um décimo terceiro. Quem entrasse no programa no meio do ano iria receber de forma proporcional. 

Projeto de Lei 2366/20 é de autoria da bancada do PSOL. Em suma, o PL busca modificar a Lei 10.836/04, que criou e dita as regras do Bolsa Família. Sendo assim, seria possível conseguir os dois objetivos. 

Quem faz parte do Benefício de Prestação Continuada (BPC) receberia um salário mínimo. Portanto, também haveria mudanças na Lei Orgânica da Assistência Social (Loas).

De onde viriam os recursos 

Um dos maiores problemas que o governo federal vem enfrentado é falta de recursos. A pandemia provocada pelo novo coronavírus fez com que muitos cortes fossem feitos. Prova disso é que o Ministério da Economia ainda não conseguiu viabilizar o Renda Cidadã, programa que teoricamente irá substituir o próprio Bolsa Família. 

Enquanto isso não ocorre, a proposta dos deputados prevê que o dinheiro sairá de cobrança de impostos. A principal fonte seria o Imposto de Renda provindo de rendimentos de fundos de investimentos fechados ou de participações. 

“Daremos aos beneficiários do Bolsa Família e do BPC a segurança e a garantia de que seus direitos serão preservados, eliminando ainda o risco de uso do abono ou do reajuste com fins eleitorais e até mesmo irresponsáveis do ponto de vista fiscal”, afirmou a deputada Fernanda Melchionna (PSOL – RS), uma das autoras da proposta, ao site da Câmara. 

Aprovação do reajuste anual do Bolsa Família está um pouco longe 

Apesar da proposta já estar tramitando na Câmara dos Deputados, a aprovação do PL ainda está um pouco distante. No momento, a proposta está sendo concluída para ser analisada por três comissões na casa: Seguridade Social e Família, Finanças e Tributação e Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Caso o projeto passe por todas, ele será levado a votação. Sendo aprovado pelos deputados federais, será encaminhado ao Senado. Somente com a aprovação dos senadores e depois a sanção do presidente é que o PL poderá entrar em vigor. 

LEIA TAMBÉM

Bolsa Família será pago pelo Caixa Tem a partir de dezembro; veja como vai funcionar

A partir de dezembro de 2020, os inscritos no Bolsa Família vão passar a receber suas parcelas por meio de poupanças sociais digitais. As quantias, sem nenhuma tarifa adicional, poderão ser movimentadas pelo app Caixa…

Como usar FGTS para amortização de financiamento de habitação

O Fundo de Garantia do tempo de Serviço (FGTS) é um direito de todo o trabalhador. Com ele, o cidadão possui diversos benefícios, como usar seus recursos para comprar a casa própria. Por isso, confira como usar FGTS para…

Valor do Bolsa Família: como as parcelas são calculadas pelo governo federal?

Aprovado em 2004, o Bolsa Família é um programa assistencial para transferência de renda direta. As parcelas, com valor variável, são depositadas às unidades familiares em situação de extrema pobreza (renda por pessoa de…

INSS prolonga suspensão de prova de vida e retorno só ocorrerá em 2021

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou mudanças para aposentados e pensionistas. Segundo o comunicado, o INSS prolongou suspensão de prova de vida e retorno só ocorrerá em 2021.Portanto, todas as…

FGTS emergencial: R$ 7,9 bilhões não foram movimentados; veja prazo final para solicitar

O calendário para os saques do FGTS Emergencial, no valor máximo de R$ 1.045, foi executado a partir de junho de 2020 e terminou neste mês de novembro. Durante o período, a Caixa transferiu as quantias pelas poupanças…

Novo Bolsa Família: relator quer apresentar mais de uma opção ao Senado

O senador Márcio Bittar (MDB-AC) está elaborando uma proposta de emenda constitucional, com o objetivo de encontrar brechas para o financiamento do novo Bolsa Família. Conforme informações preliminares, o relator quer…

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais