Tudo Bahia
Portal de Notícias

Programa Merenda em Casa será prorrogado até final de dezembro

Na última quinta-feira (19/11), o Governador de São Paulo, João Doria, anunciou que o programa Merenda em Casa vai ser mantido até o final do mês de dezembro deste ano (2020), para os 770 mil alunos da rede estadual de ensino.  Ao todo, o programa deve investir R$ 345 milhões até o final do ano.

A oitava parcela do benefício foi paga na semana passada. A previsão é de que o pagamento do subsídio de dezembro seja transferido ao longo do mês.

“O programa atende os estudantes mais carentes, aqueles que vivem, infelizmente, em situação de pobreza ou extrema pobreza e que recebem a oportunidade de fazerem a sua merenda em suas casas”, informou o Governador de São Paulo.

O programa Merenda em Casa foi elaborado há oito meses (começou em abril) para assegurar os estudantes de famílias mais vulneráveis. O valor do benefício é de R$ 55 por aluno para a compra de alimentos.

Essa medida foi adotada durante o período de suspensão de aulas presenciais por conta da pandemia da COVID-19. Apesar de algumas escolas do estado já terem retomado as atividades presenciais, o Governo de São Paulo decidiu manter o subsídio até o fim do ano.

Programa Merenda em Casa, uma medida necessária

O programa Merenda em Casa está beneficiando os 770 mil estudantes matriculados na rede estadual de São Paulo. Para receber o auxílio, foram selecionados os alunos que participam do Bolsa Família, ou que vivem em situação de extrema pobreza e não tem acesso a nenhum auxílio social do governo, segundo o Cadastro Único (CadÚnico).

“É importante porque as famílias têm perguntado da continuidade do programa e estamos garantindo o acesso de todos. À medida que há uma necessidade, onde um jovem por ventura esteja nas eventuais condições estabelecidas, estamos incluindo esse jovem, na medida do que é necessário” afirmou o Secretário da Educação, Rossieli Soares.

Como é transferido o benefício

A transferência dos valores do programa Merenda em Casa é efetuado por meio do aplicativo PicPay, acessível para qualquer smartphone. Os alunos beneficiados que realizaram o cadastro, validaram a identidade e tiveram acesso ao subsídio nos últimos meses, não precisam repetir o processo, porque o pagamento vai ser repassado automaticamente.

Não é necessário ter conta bancária ou cartão de crédito para receber o benefício. Os valores podem ser retirados em um caixa eletrônico da rede 24Horas. Também é possível realizar a transferência do valor para outras contas, sem taxa adicional.

Outra funcionalidade para as pessoas que têm acesso ao subsídio é poder realizar pagamentos pelo celular com o PicPay. Mais de 2,5 milhões de estabelecimentos aceitam essa ferramenta digital, as lojas podem ser identificadas por placas com o QR Code do PicPay ou no próprio sistema de buscas do aplicativo.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais