Tudo Bahia
Portal de Notícias

Auxílio-creche do Bolsa Família: como vai funcionar o benefício?

A crise econômica ocasionada pela pandemia trouxe uma série de necessidades indispensáveis. Em 2021, a missão da equipe econômica será de amparar aquelas unidades familiares em condição de vulnerabilidade social. Os programas de assistência, então, devem passar por reformulações pontuais para ampliar o alcance de beneficiários. Uma delas, prevista em medida provisória, diz respeito ao auxílio-creche do Bolsa Família.

Além do mais, o governo também quer formular uma espécie de incentivo para os estudantes com bons rendimentos escolares. A equipe econômica pretende destinar R$ 5,1 bilhões em recursos para aproximadamente oito milhões de crianças.

“Temos um programa hoje totalmente diferente de tudo que foi feito na América, é um programa inovador que passa muito pela experiência da digitalização vista no auxílio emergencial. (…) Vamos fazer um encontro entre quem precisa do emprego e que tem emprego a oferecer”, explicou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

Auxílio-creche do Bolsa Família e outros benefícios

A medida provisória, que ainda deverá ser editada pelo presidente Jair Bolsonaro, prevê os seguintes novos benefícios dentro do Bolsa Família:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes;
  • Bolsa mensal de R$ 100 e prêmio anual de R$ 1.000 para alunos dedicados na área de ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100 e prêmio anual de R$ 1.000 para alunos que se destacarem em atividades esportivas;
  • Auxílio-creche do Bolsa Família: R$ 200 mensais para as mães inscritas no programa.

“Mérito Escolar” no Bolsa Família

De acordo com a proposta, estudantes de todo o Brasil poderão ser contemplados com inúmeras premiações no âmbito escolar. A intenção é de alcançar 1,8 milhão de alunos por ano, com o valor fixado em R$ 200. Dessa maneira, a divisão do projeto “Mérito Escolar” seria feita pelas regiões do país. Veja a quantidade de estudantes premiados por ano:

  • 800 mil crianças e adolescentes do Nordeste;
  • 500 mil do Sudeste;
  • 300 mil do Norte;
  • 100 mil do Centro-Oeste; e
  • e 100 mil do Sul.

Além do mais, serão premiados 10 mil alunos que se destacarem na área de Ciência e Tecnologia e mais 10 mil em atividades desportivas. Os estudantes premiados, conforme a medida provisória, vão receber bolsa mensal de R$ 100 e prêmio anual de R$ 1.000.

Programa será ampliado em 2021

Durante evento no Palácio Guanabara, Onyx Lorenzoni destacou que o novo Bolsa Família já está pronto. O projeto deverá ser lançado no começo de dezembro de 2020, com o objetivo de alcançar mais de 20 milhões de unidades familiares com baixa renda.

“O programa já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente (Jair Bolsonaro), só falta o ok, e isso não tem a ver com a grana, até porque temos previsto para o ano que vem 34,8 bilhões de reais”, disse o ministro da Cidadania no dia 16 de novembro de 2020.

Uma das novidades será a introdução de quesitos meritocráticos para os inscritos no programa. “Temos um programa hoje totalmente diferente de tudo que foi feito na América, é um programa inovador que passa muito pela experiência da digitalização vista no auxílio emergencial. (…) Vamos fazer um encontro entre quem precisa do emprego e que tem emprego a oferecer, Onyx argumentou.

LEIA TAMBÉM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. AceitarLer mais